9 personagens LGBT dos quadrinhos que estamos loucos para ver no cinema


Como a gente contou aqui no It Pop!, os diretores Anthony e Joe Russo, responsáveis pelo ótimo "Guerra Civil", filme da Marvel Studios que estrou no final do último mês, declararam ao portal Collider que as chances de termos um personagem LGBT no Universo Cinematográfico Marvel são grandes. Animada com a notícia e inspirada no comentário dos irmãos, que também irão dirigir as duas partes de "Avengers: Infinity War", previstas para 2018 e 2019, a nossa equipe selecionou nove personagens dos quadrinhos que fazem parte do movimento e a gente amaria ver nas telonas. Só lembrando: escolhemos personagens que são da Marvel e DC, viu? 

Saca só:


Estrela Polar, da Marvel
A primeira aparição desse super-herói nos quadrinhos foi em 1979. Integrante dos X-Men, ele foi o primeiro personagem assumidamente gay do estúdio, ganhando muita atenção da mídia quando se casou com seu namorado, Kyle, em 2012. Não seria ótimo ver esse casamento no cinema? Amaríamos ver todos os mutantes reunidos para o evento!

Colossus, da Marvel
Quem já assistiu "Deadpool" (2016) provavelmente deu algumas risadas nas cenas envolvendo o mutante Colossus (ou Peter Rasputin), interpretado pelo ator Stefan Kapičić. O que muita gente não sabe é que o herói já foi gay em uma de suas versões nos quadrinhos (2001-2009, em "Ultimate X-men"). E aí, será que vai rolar nessa nova adaptação do personagem para os cinemas também? Já sabemos que o próprio Deadpool é pansexual. Podia rolar um clima...


Homem de Gelo, da Marvel 
A história envolvendo a sexualidade do Homem de Gelo pode ser bastante confusa. Surgido em 1963, o personagem, que é um dos principais X-Men, se assumiu homossexual na edição "All New X-Men #40", lançada ano passado. Na história, a versão adolescente do personagem, que é gay, viaja para os dias atuais e não entende como sua versão adulta declara não ser. No fim das contas, o dilema de "sair do armário" em diferentes dimensões temporais seria um arco legal para o cinema, não é?!


Hulkling e Wiccano, da Marvel
O casal gay mais fofo dos quadrinhos certamente faria sucesso no cinema. Quantos jovens não se sentiriam representados ao ver os dois em cena? Hulking e Wiccano surgiram em épocas diferentes: o alienígena em 2005 e o mutante em 1986. A relação entre os dois foi inserida aos poucos nos quadrinhos, durante as edições de Jovens Vingadores, e atualmente estão noivos. Aliás, não seria maravilhoso ver uma adaptação desses quadrinhos para as telonas? Com tantas referências, seria, no mínimo, bastante divertido!

Batwoman, da DC
Com o lançamento de "Batman vs Superman", meses atrás, todo mundo ficou curioso para ver Jena Malone no papel de Barbara Gordon, nossa Batgirl, em uma cena que acabou sendo cortada da versão final. Ok, sabemos que a personagem é completamente diferente da Batwoman, lançada em 2006 e assumidamente lésbica. No entanto, e se o cinema juntasse as duas em uma só personagem? Além de que, com tantos heróis aparecendo nos filmes da DC ultimamente, Kate Keane poderia dar o ar da graça. O que acham?


Hera Venenosa, da DC
Já foi confirmado pelos quadrinistas Jimmy Palmiotti e Amanda Conner que a famosa vilã Hera Venenosa (alter-ego da Dra. Pamela Lillian Isley), das histórias de Batman, tem um relacionamento aberto com sua grande amiga Arlequina. No cinema, estamos ansiosos para ver Arlequina em "Esquadrão Suicida", que chega em agosto, e em outro filme com várias heroínas e vilãs da DC, cuja produção foi anunciada recentemente. Quais as chances da Hera Venenosa aparecer nas telonas e tornar nosso maior ship realidade, hein? Ficaríamos loucos!


Midnighter e Apollo, da DC
Surgidos nas revistas "Stormwatch", os personagens Midnighter e Apollo trouxeram um prêmio de reconhecimento GLAAD para a DC em 1999 após casarem no final do primeiro volume da saga "The Autority". O casal, que infelizmente não está mais junto, chegou a adotar a personagem Jenny Quantum ainda criança. Midnighter, inclusive, ganhou em 2006 uma série de quadrinhos solo, onde até exercitou sua solteirice em uma rede social semelhante ao Grindr. Casados ou não, seria uma grande representatividade vê-los no cinema.

Lembrou de algum que não colocamos na lista? Conta pra gente!
Tecnologia do Blogger.