5 fatos que comprovam que "Mind of Mine", do ZAYN, estar no topo, é um feito e tanto


Os números não mentem: a carreira solo de ZAYN é um sucesso!

Seu álbum de estreia, o ótimo "Mind of Mine", lançado no dia 25 de março, estreou no topo dos EUA, com respeitáveis 157 mil cópias vendidas (é atualmente, também, #1 no UK) e vem colecionando elogios da crítica mundo afora, principalmente por se desprender completamente da antiga imagem de membro de uma boyband extremamente pop, como o One Direction.



Se com "PILLOWTALK", primeiro single em carreira solo, ZAYN quebrou recordes, se tornando o primeiro artista na história a lançar o lead da carreira diretamente no topo das paradas, com o álbum, a história não foi muito diferente e novas marcas foram quebradas. Nós listamos cinco delas, que são feitos respeitáveis da curta, porém, já promissora carreira solo do nosso bad boy favorito de Bradford, confira:


1) Com "Mind of Mine", ZAYN se torna o primeiro artista masculino britânico, na história, a estrear no topo com seu primeiro álbum.

2) E mais que isso, é o primeiro artista estreante masculino e britânico a alcançar a #1 nos EUA, em quase 30 anos - desde George Michael, com seu "Faith", em 1988, isso não acontecia (lembrando que Sam Smith e Ed Sheeran foram, no máximo, #2 e #5 com seus primeiros álbuns).

3) O cantor também é o primeiro britânico a ter o primeiro álbum, como grupo e depois solo, a ser lançado no topo - "Up All Night", com o One Direction, em 2012, e agora, com o "Mind of Mine".



4) ZAYN se igualou à Lauryn Hill e Clay Aiken por ter seu primeiro single e álbum a estrear no topo dos charts, respectivamente, com "Doo Wop (That Thing)" e "The Miseducation of Lauryn Hill", ambos em 1998; e "This is the Night" e "Measure of a Man", ambos em 2003.

5) Agora, o jovem britânico também se junta a um raro clube de artistas, que inclui Beyoncé, Justin Timberlake e Gwen Stefani. Todos eles tiveram sucessos comerciais, tanto com seus grupos e bandas, quanto como solos. Que demais!



Mesmo sem uma divulgação tão consistente do álbum até agora, conseguir tais feitos, já é gigantesco. Isso sem contar o primordial: o material é excelente e digno de muitas coisas boas ainda pela frente. Uma boa prova disso, é que o lead single, "PILLOWTALK", ainda não teve sequer uma performance ao vivo e, mesmo assim, já foi #1, está no Top 10 da Billboard há nove semanas e, nessa atual, subiu da 7ª para a 4ª posição. Um hit é um hit, né não?! Que começo de carreira!

Tecnologia do Blogger.