4 atrações surpresas que conseguiram deixar o Coachella AINDA MAIS interessante

Se com nomes que vão da Sia ao Jack Ü, o festival musical Coachella, da Califórnia, já nos faz lamentar não estarmos no meio da sua plateia ensandecida, as surpresas que marcaram o primeiro fim de semana do evento, que acontece nos dias 15, 16, 17, 22, 23 e 24 de abril nesse ano, conseguiram ir ainda além da sua line-up.

Cada vez maior, em vários sentidos, o Coachella desse ano contou com nomes como Guns N’ Roses, LCD Soundsystem e Calvin Harris entre seus headlinerds, mas teve sua atenção tomada por outros como Kesha (!), Rihanna, Lorde e Maddie Ziegler, que fizeram aparições especiais nos shows de Zedd, Calvin Harris, Disclosure e Sia.

Kesha, que fez sua primeira apresentação ao vivo desde que perdeu o processo para Dr. Luke, se juntou ao Zedd pra cantar a faixa-título do disco “True Colors”, do alemão, que, coincidência ou não, era especulada como uma parceria entre os dois desde que teve vazada uma versão em baixa qualidade. A americana provou que o tempo não te fez mal e realizou uma ótima apresentação, que pode ser vista abaixo:


RiRi
deixou de lado as músicas conceituais do seu “ANTI” e todo o rebolado de “Work” para voltar no tempo com Calvin Harris, que a convidou para uma performance de “We Found Love” (bons tempos!). O hit lançado nos discos “Talk That Talk” (dela) e “18 Months” (dele) foi um divisor para a carreira de ambos os artistas.


A neozelandesa Lorde lança nesse ano seu novo álbum, sucessor do aclamado “Pure Heroine”, e volta aos palcos ao lado dos britânicos do Disclosure, nos abençoando com uma versão ao vivo de “Magnets”, a parceria dos três presente no disco “Caracal”. Nós acabamos de descobrir que ainda não temos estrutura emocional e psicológica para assistir algo assim ao vivo.


Por fim, a dançarina Maddie Ziegler foi uma das grandes surpresas do show da Sia, que volta aos palcos para um grande show após quase cinco anos, reunindo pela primeira vez um repertório que inclui músicas de seus dois últimos discos, “This is Acting” e “1000 Forms of Fear”, além de hits que escreveu para outras artistas, como “Diamonds”, da Rihanna. O momento em que Ziegler surge no palco, ao som de “Alive”, desperta a plateia de uma maneira tão grandiosa quanto as coreografias da própria.


O próximo fim de semana ainda reserva ao público do festival muitas surpresas e música boa, então aproveitamos para deixar um apelo e sair correndo: Lollapalooza, se você nos ama, cai DENTRO!
Tecnologia do Blogger.