Não conseguimos parar de ouvir “Don’t Let Me Down”, o provável próximo hit do The Chainsmokers

Todo mundo escutou “Selfie”, dos Chainsmokers, querendo ou não, e seu sucesso estrondoso pode ter sido algo bom e ruim para a dupla, que emplacou seu primeiro hit, mas também ficou marcado por uma música que não tem nem metade da qualidade dos seus singles seguintes, mas enquanto o ano passado ignorou singles maravilhosos como “Roses” e “Until You Were Gone”, chegou a hora de fazermos justiça com “Don’t Let Me Down”.

Primeira música lançada pela dupla nesse ano, “Don’t Let Me Down” é uma parceria com a cantora Daya, que despontou como uma das grandes revelações do ano com o single “Hide Away”, e enquanto, assim como eles, o primeiro sucesso dela é bem pop, a colaboração pende para algo mais urbano, mas com um inevitável apetite para as rádios.

Com uma estrutura que cresce gradualmente, “Don’t” é o que imaginaríamos se o Diplo entrasse em estúdio com o Macklemore & Ryan Lewis, com um break à la “Set Me Free” e “Bitch I’m Madonna”, seguido de ápices verdadeiramente épicos, como as fanfarras da outra dupla em músicas como “Can’t Hold Us”. Os vocais de Daya, por sua vez, casam perfeitamente com seus sintetizadores, entregando o que faltava pra que essa fosse uma das coisas mais interessantes do ano (até aqui).

Ouça ao seu próximo vício e, como os próprios nos pediram por email, se certifiquem de que ouviram a música até o seu terceiro drop (e nos agradeça depois):



DEMAIS, né? A gente acha que tem hit vindo por aí. Vale destacar que, como os próprios nos contaram, eles já haviam finalizado “Don’t Let Me Down” quando tiveram um problema com seu computador, perdendo TODA a produção, daí precisam recomeçar a música do zero e, segundo eles, o resultado foi ainda melhor.
Tecnologia do Blogger.