Ouça “Wildflowers” e “Sweet Impossible Love”, duas descartadas (e maravilhosas) da Carly Rae Jepsen!

Não é surpresa pra ninguém o quanto gostamos da Carly Rae Jepsen e seu maravilhoso último disco, “E•MO•TION”, mas como esse material se tratava de uma proposta de amadurecimento musical da canadense, que estava a fim de provar seu talento após o seu grande hit, “Call Me Maybe”, o processo em estúdio, definitivamente, deve ter deixado muita coisa para trás. E duas delas agora estão entre nós.

Mantendo a mesma linha synthpop das músicas presentes no disco, caíram na internet duas canções descartadas por Carly e, o melhor, cantadas pela própria, sendo elas “Wildflowers” e “Sweet Impossible Love”.

Primeiramente falando de “Wildflowers”, dá pra dizer que ela soava “atual demais” para a fórmula oitentista de todo o material. Ela brinca com o mesmo synthpop do CD, mas cai para um break que flerta com o dubstep em seu refrão, mais ou menos como “Wrecking Ball”, da Miley Cyrus, e “The Night Is Still Young”, da Nicki Minaj, e ainda que não seja ruim, realmente não faria muito sentido dentro do disco.

Ouça:



“Sweet Impossible Love”, por sua vez, pega para um pop mais dançante e, se estivesse no álbum, faria uma companhia e tanto para outras como “E•MO•TION”, “I Really Love” e “Gimmie Love”. Ouça abaixo:



Essa não é a primeira vez que vazam músicas desse disco desde o seu lançamento, uma vez que, no ano passado, nós também conhecemos a viciante “Bullseye”, também descartada, e uma versão demo de “Making The Most Of The Night”, que está presente no disco, na voz da sua co-compositora, a hitmaker australiana Sia.



Vale lembrar que, atualmente, os fãs brasileiros da Carly estão promovendo uma campanha para trazê-la ao Brasil com a turnê Gimmie Love, fazendo desta a primeira vinda dela aos solos tupiniquins desde sua ascensão. Pra saber mais, basta ler esse post.



Nosso trabalho está feito por aqui.
Tecnologia do Blogger.