Nossas apostas sobre o Grammy: Kendrick Lamar leva 7 das 8 indicações; Taylor apenas 1 e Gaga termina sem prêmio

Foi nesta segunda-feira (07) que revelaram a aguardada lista de indicados ao 58º Grammy Awards, nada menos que a maior e mais respeitada premiação musical de todos os tempos.

Como já se tornou tradição, nesse ano houve casos de grandes artistas do ano sendo esnobados pela premiação, como Carly Rae Jepsen Rihanna e Madonna, mas, de maneira como não víamos há algum tempo, o evento pareceu abocanhar boa parte do que realmente teve destaque desde o ano passado, qualitativamente falando, e tivemos, dessa forma, como líderes das indicações, Kendrick Lamar e Taylor Swift.

Mas tá, tudo isso você já sabe, até porque tem algumas horas desde que a lista de indicados já circula pela internet, então o que viemos mostrar aqui, na verdade, são nossas apostas para as principais categorias dessa edição. O que não representa nossos favoritos necessariamente, mas sim os nomes que acreditamos ter maiores chances de, ao contrário da Katy Perry, levar o gramofone pra casa.

Vamos ao veredito!

ÁLBUM DO ANO
"Sound & Color" - Alabama Shakes
"To Pimp a Butterfly" -  Kendrick Lamar
"Traveller" - Chris Stapleton
"1989" - Taylor Swift
"Beauty Behind The Madness" - The Weeknd

Algo nos diz que a disputa aqui será acirrada, mas nossa principal aposta é o rapper Kendrick Lamar e seu “To Pimp A Butterfly”. Além de ser um dos maiores destaques do hip-hop em um ano que o gênero, literalmente, foi catapultado de volta ao topo das rádios e paradas, “To Pimp” foi extremamente aclamado pela crítica americana e mundial, o que cumpre o combo de qualidade + números e dá ao álbum uma vantagem imensa se comparado aos outros materiais. Se segura, Taylor, que o seu tá garantido mais embaixo.

MÚSICA DO ANO
"Alright" -  Kendrick Lamar
"Blank Space" - Taylor Swift
"Girl Crush" - Little Big Town
"See You Again" - Wiz Khalifa feat. Charlie Puth
"Thinking Out Loud" - Ed Sheeran

Nós adoraríamos aproveitar o espaço para pedir justiça por “Run Away With Me”, da Carly Rae Jepsen, ou “Bitch Better Have My Money”, da Rihanna, mas faremos melhor e apenas apostaremos, outra vez, no Kendrick Lamar. “Alright”, do álbum do ano, começou a fazer barulho graças ao seu videoclipe, que, assim como “G.O.M.D.” do J. Cole, pauta o racismo nos EUA, e se tem uma coisa melhor que ter o artista negro incomodando racistas numa indústria como a americana, é vê-lo ganhar um dos prêmios mais racistas da indústria, justamente enquanto os toca na ferida. Aproveitando as palavras de outro rapper, “what a time to be alive!”.

GRAVAÇÃO DO ANO
"Really Love" - D'Angelo and the Vanguard
"Uptown Funk" - Mark Ronson feat. Bruno Mars
"Thinking Out Loud" - Ed Sheeran
"Blank Space" - Taylor Swift
"Can't Feel My Face" - The Weeknd

E se a disputa estava acirrada entre Taylor e Kendrick Lamar, as coisas só apertam mais quando chegam Mark Ronson e Bruno Mars com a sua “Uptown Funk”. Aliás, é bem improvável que a “Get Lucky” desse ano saia sem nada, não é mesmo? Então é nela a nossa aposta. Just watch!


ARTISTA REVELAÇÃO
Courtney Barnett
James Bay
Sam Hunt
Meghan Trainor
Tori Kelly

Os três mais famosos você sabe quem é, mas já ouviu os outros dois nomes? Courtney Barnett é a nossa aposta, mas confessamos que nos dividimos bastante entre ela e o cantor country, Sam Hunt. Meghan Trainor não levando, a gente já fica bem feliz.

MELHOR PERFORMANCE POP – SOLO
"Heartbeat Song" - Kelly Clarkson
"Love Me Like You Do" - Ellie Goulding
"Thinking Out Loud" - Ed Sheeran
"Blank Space" - Taylor Swift
"Can't Feel My Face" - The Weeknd

O cantor britânico, Ed Sheeran, já se disse desacreditado do Grammy. O ruivo é indicado para a premiação há quatro anos, mas nunca leva nada. Isso até nos lembra uma outra artista, mas relaxa, moço, dessa vez você sai desse quadro de quem só vai ao prêmio para esquentar cadeira. Outros fortes candidatos são The Weeknd e Taylor Swift, exatamente nesta ordem, mas dificilmente baterão “Thinking Out Loud”.

MELHOR PERFORMANCE POP – DUO/GRUPO
"Ship To Wreck" – Florence + The Machine
“Sugar” – Maroon 5
“Uptown Funk” – Mark Ronson feat. Bruno Mars
“Bad Blood” – Taylor Swift feat. Kendrick Lamar
“See You Again” – Wiz Khalifa feat. Charlie Puth

Nossa torcida é, sem dúvidas, para a Florence + The Machine e a maravilhosa “Ship to Wreck”, mas nosso termômetro nos diz que a vencedora será, mais uma vez, “Uptown Funk”, do Mark com o Bruno Mars, ainda que “See You Again”, que nem deveria estar aí, esteja na cola das probabilidades.

MELHOR ÁLBUM POP
“Piece By Piece” – Kelly Clarkson
“How Big, How Blue, How Beautiful” – Florence + The Machine
“Uptown Special” – Mark Ronson
“1989” – Taylor Swift
“Before This World” – James Taylor

Se o Mark Ronson ganhar, ele será estará para os fãs da Taylor Swift como o Beck para os fãs da Beyoncé, mas, desta vez, não acreditamos que a loira corra riscos. Vai que é tua, “1989”!


MELHOR GRAVAÇÃO DANCE
“We’re All We Need” – Above & Beyond Featuring Zoë Johnston
“Go” – Chemical Brothers
“Never Catch Me” – Flying Lotus feat. Kendrick Lamar
“Runaway (U & I)” – Galantis
“Where Are Ü Now” – Skrillex and Diplo feat. Justin Bieber

Falou em música eletrônica, não teremos muito o que discutir. Justin Bieber, ao lado de Skrillex e Diplo, serão os grandes vencedores por “Where Are Ü Now”, fazendo valer, inclusive, a ausência de “Lean On”, do Major Lazer, entre os indicados. [Imagine após esse trecho o break da canção]

MELHOR ÁLBUM DANCE/ELETRÔNICO
“Our Love” – Caribou
“Born In The Echoes” – The Chemical Brothers
“Caracal” – Disclosure
“In Colour” – Jamie XX
“Skrillex and Diplo Present Jack Ü” – Skrillex and Diplo

Qual o melhor álbum dance do ano? Para nós, é o “Caracal”, do Disclosure. Mas PARA O GRAMMY, o vencedor mais provável é o “In Colour”, do Jamie XX, que foge do radar mainstream, mas carrega uma sonoridade bastante singular e, ainda que não seja nosso favorito, bem digna de vencer o prêmio. Pra quem não conhece, sugerimos que ouça a música “Loud Places”.

MELHOR PERFORMANCE DE R&B
“If I Don’t Have You” – Tamar Braxton
“Rise Up” – Andra Day
“Breathing Underwater” – Hiatus Kaiyote
“Planes” – Jeremih feat. J. Cole
“Earned It (Fifty Shades Of Grey)” – The Weeknd

Começando as categorias de R&B, a gente parte de uma teoria que, na maioria das vezes, não falha, até por ser o ponto de partida mais coerente para se pensar. Olhe bem para os indicados. Agora nos diga qual o único dessa categoria que também aparece entre os nomeados à Disco do Ano.


MELHOR MÚSICA DE R&B
“Coffee” – Miguel
“Earned It (Fifty Shades Of Grey)” – The Weeknd
“Let It Burn” – Jazmine Sullivan
“Really Love” – D’Angelo and the Vanguard
“Shame” – Tyrese

Contradizendo a teoria da categoria acima, entretanto, aqui ficamos numa dúvida cruel, até porque a briga fica entre um dos maiores nomes do ano (The Weeknd), um queridinho dos críticos (Miguel) e, pra fechar os nomes mais prováveis, um veterano do gênero (D’Angelo). Vamos arriscar “Coffee”.

MELHOR ÁLBUM URBAN CONTEMPORÂNEO
“Ego Death” – The Internet
“You Should Be Here” – Kehlani
“Blood” – Lianne La Havas
“Wildheart” – Miguel
“Beauty Behind The Madness” – The Weeknd

E, outra vez, The Weeknd e Miguel se encontram. Essa categoria divide opiniões também, mas, levando em consideração a teoria dos principais indicados do ano, ficamos com “Beauty Behind The Madnes”. Que a sorte esteja com Abel!

MELHOR PERFORMANCE RAP
“Apparently” – J. Cole
“Back To Back” – Drake
“Trap Queen” – Fetty Wap
“Alright” – Kendrick Lamar
“Truffle Butter” – Nicki Minaj feat. Drake & Lil Wayne
“All Day” – Kanye West feat. Theophilus London, Allan Kingdom & Paul McCartney

Outra disputa de peso dentro dessa edição ficará para Kendrick Lamar e Kanye West. O primeiro é recém-chegado na premiação e já possui um apreço e tanto pela comissão do Grammy, em tempo que o outro é bicho velho e, cá entre nós, fatura prêmios como ninguém. A nossa aposta é “Alright”, mas com uma pontinha de dúvida pairando sob “All Day”.

MELHOR COLABORAÇÃO RAP
“One Man Can Change The World” – Big Sean feat. Kanye West & John Legend
“Glory” – Common & John Legend
“Classic Man” – Jidenna feat. Roman GianArthur
“These Walls” – Kendrick Lamar feat. Bilal, Anna Wise & Thundercat
“Only” – Nicki Minaj feat. Drake, Lil Wayne & Chris Brown

Em mais um confronto entre Kanye e Kendrick, a gente fica entre “One Man Can Change The World” e “These Walls”, mas as probabilidades estão do lado de Lamar, ainda que, na sua colaboração, Big Sean tenha reunido um time de peso.

MELHOR MÚSICA DE RAP
“All Day” – Kanye West feat. Theophilus London, Allan Kingdom & Paul McCartney
“Alright” – Kendrick Lamar
“Energy” – Drake
“Glory” – Common & John Legend
“Trap Queen” – Fetty Wap

Lá vamos nós de novo. “Alright”.

MELHOR ÁLBUM DE RAP
“2014 Forest Hills Drive” – J. Cole
“Compton” – Dr. Dre
“If You’re Reading This It’s Too Late” – Drake
“To Pimp A Butterfly” – Kendrick Lamar
“The Pinkprint” – Nicki Minaj

Boa tentativa, Drake, Nicki Minaj, J. Cole e Dr. Dre. Boa tentativa.

TRILHA SONORA
“Empire”
“Cinquenta Tons de Cinza”
“A Escolha Perfeita”
“Selma”
“Glen Campbell: I’ll Be Me”

Falando em trilhas sonoras, a gente precisou quebrar um pouco a cabeça. Está certo que “Empire” tem uma das maiores e melhores produções do ano, bem como “Selma”, entretanto, “50 Tons” parece ter algum favoritismo na academia, principalmente se notarmos que essa é a única trilha com dois indicados a seguir, o que faz dela nossa grande aposta.

MELHOR MÚSICA ESCRITA PARA UMA MÍDIA VISUAL
"Earned It (Fifty Shades of Grey)" - The Weeknd
"Glory" - John Legend & Common
"Love Me Like You Do" - Ellie Goulding
"See You Again" - Wiz Khalifa feat. Charlie Puth
"Till It Happens To You" - Lady GaGa

A volta de Lady Gaga com “Till It Happens To You” nos fez chorar, literalmente, mas talvez não cause o mesmo efeito no Grammy. É de doer o coração, mas nossa aposta fica com “Glory”, do John Legend, naquela torcida forte pra que “See You Again” não passe nem perto de faturar o gramofone.


MELHOR VIDEOCLIPE
"L$D" - A$AP Rocky
"I Feel Love (Every Million Miles)" - The Dead Weather
"Alright" - Kendrick Lamar
"Bad Blood" - Taylor Swift feat. Kendrick Lamar
"Freedom" - Pharrell Williams

Nós já dissemos que um dos principais fatores de sucesso de “Alright” foi seu videoclipe, correto? ALRIGHT, só queríamos reforçar isso.

***

A 58ª edição do Grammy Awards acontece em fevereiro de 2016, no dia 15, e é claro que muitas surpresas podem estar a nossa espera, falando tanto de suas performances, quanto de seus ganhadores. Então conta pra gente, quais são suas apostas?  Acha que estamos certos ou errados? E o que falar sobre os nomes esnobados?

Tecnologia do Blogger.