“Flesh Without Blood”, da Grimes, é eleita a melhor música do ano pela TIME!


Dando uma explicação básica: ao final de cada ano, a revista americana TIME libera listas com as melhores e piores músicas, melhores álbuns do ano, e por aí vai. Você deve se lembrar dessa lista, pois foi a mesma que, em 2014, deu o título de “melhor música do ano” para o remix de “***Flawless” da Queen B com a Nicki Minaj, sendo que nesse mesmo ano, a eleita pior música foi “Rude”, da banda MAGIC!



Alguns dias atrás, a revista publicou as listas para 2015 e algumas das escolhas pareceram não agradar muito aos fãs. Mas vamos começar com os elogios. Confira abaixo a lista das 10 melhores músicas de 2015:
  1. “Flesh Without Blood” – Grimes
  2. “Tilted” – Christine and the Queens
  3. “Want to Want Me” – Jason Derulo
  4. “When We Were Young” – Adele
  5. “The Hills” – The Weeknd
  6. “Disappointing” – John Grant (feat. Tracey Thorn)
  7. “Let It Happen” – Tame Impala
  8. “Hotline Bling” – Drake
  9. “Yoga” – Janelle Monáe and Jidenna
  10. “King” – Years & Years
Sim, meus caros, a grande vitoriosa de 2015, segundo a TIME foi a Grimes! Os editores justificaram sua escolha dizendo que, geralmente, são necessários meia dúzia de escritores/produtores para fazer uma música tão boa como “Flesh Without Blood”, mas Grimes conseguiu escrever e produzir o hit do ano, segundo eles, sozinha!



Ainda falando de coisas boas, temos a lista dos 10 melhores álbuns de 2015, confira:
  1. “Wildheart” – Miguel
  2. “No Cities to Love” – Sleater-Kinney
  3. “To Pimp a Butterfly” – Kendrick Lamar
  4. “EMOTION” – Carly Rae Jepsen
  5. “Holding Hands With Jamie” – Girl Band
  6. “Pageant Material” – Kacey Musgraves
  7. “Sometimes I Sit and Think, And Sometimes I Just Sit” – Courtney Barnett
  8. “Break Stuff” – Vijay Iyer Trio
  9. “In Colour” – Jamie xx
  10. “The Blade” – Ashley Monroe
Elogios não faltaram quando o assunto era Miguel. Segundo a revista, em seu álbum, que se aprofunda na “mitologia de Los Angeles”, o cantor soube balancear os caminhos que a cidade pode abrir para futuros artistas, e mostrar as promessas frágeis que a fama dá.



E aí que a TIME incitou as massas, mas não de uma maneira positiva! Temos a lista com as 10 piores músicas de 2015:
  1. “Robin Williams” – CeeLo Green
  2. “Marvin Gaye” – Charlie Puth (feat. Meghan Trainor)
  3. “Hey Everybody” – 5 Seconds of Summer
  4. “Daddy” – PSY (feat. CL)
  5. “Downtown” – Macklemore & Ryan Lewis
  6. “Focus” – Ariana Grande
  7. “Better When I’m Dancin’” – Meghan Trainor
  8. “Pretty Girls” – Britney Spears & Iggy Azalea
  9. “AhHa” – Nate Ruess
  10. “Hula Hoop” – OMI
Tá, vamos começar no começo. Segundo a revista, “Robin Williams” ganhou seu lugar por “ser muito triste alguém querer lucrar em cima do suicídio de Robin Williams”, o que, realmente, é justificável. Já quando falamos de “Marvin Gaye”, a revista pergunta porque a família do cantor Marvin Gaye não processa “esses dois”, se referindo a Trainor e Puth, e fazendo alusão ao processo que rolou contra “Blurred Lines”, em que a família do cantor saiu ganhadora e lucrou mais de 7 milhões de dólares. Um comentário válido é que não é a primeira vez em que Meghan Trainor aparece nessa mesma lista. Além de ter entrado duas vezes nesse ano, em 2014, o smash-hit da cantora “All About That Bass” também foi considerado uma das piores músicas do ano. Daí fica a pergunta: será que ela realmente tem a fórmula para lançar um hit?

Pulando algumas posições, chegamos à “Focus”, que a revista diz ser totalmente sem energia, se comparada aos sucessos passados da cantora, como “Problem” e “Break Free”. Para “Pretty Girls”, a revista diz ter pena de quem escuta “essa música insuportável”. Curiosamente, ao falar de “AhHa”, a revista foi bem breve dizendo que eles não tinham certeza se a música era boa, já que eles não conseguiram passar dos segundos iniciais, em que Nate parece “limpar a garganta”, para ouvir a música completa. Por fim, temos OMI, com “Hula Hoop”, uma cópia descarada de sua antecessora, “Cheerleader”.



Mas e aí, o que acharam das escolhas da TIME? Aprovadas ou não?
Tecnologia do Blogger.