“Eu quero meu direito de morrer”, diz Sinead O’Connor, que luta contra a depressão, pelo Facebook

Sinead O’Connor não está nada bem.

A cantora, que sofre de transtorno bipolar, depressão e outras doenças psicológicas, tem preocupado sua família, amigos e fãs por conta das publicações recentes em seu Facebook, que vão de ofensas aos que estão próximos dela à possíveis notas de suicídio.

Uma vez que sua página é pública e tem como proposta promover seu trabalho, sua equipe havia tirado-a do ar, realizando a manutenção e exclusão de algumas postagens, mas ela já está de volta e sem qualquer notícia quanto a O’Connor já estar ou não recebendo tratamento para suas últimas recaídas.



Numa das publicações recentes, atualmente apagada, a cantora garante que tentará suicídio, dizendo que esse é um direito seu: “Se uma mulher não consegue o que quer de primeira… Ela vai tentar de novo e de novo. Eu quero meu direito de morrer e vou clamar por isso”, disse a cantora. Em outras, ela chama seus familiares de mentirosos e hipócritas; pedindo numa outra a ajuda dos fãs para encontrar um advogado familiar “urgente”.



Após algumas horas fora do ar, sua página voltou com uma postagem em que, por meio de uma imagem, traz a frase “por trás de toda mulher forte e independente, há uma menina ferida que precisou aprender a se reerguer e nunca depender de ninguém”.

A gente espera que as coisas terminem bem, não é mesmo?
Tecnologia do Blogger.