Após registrar quatro novas músicas, Gwen Stefani mandou avisar que tem músicas suficientes pra lançar dois discos


Gwen está prometendo seu disco de retorno há mais de um ano, sendo que ele começou a ter seus trabalhos divulgados em meados de outubro do ano passado. O primeiro single apresentado por ela foi “Baby Don’t Lie”, que sofreu diversas críticas por mostrar um lado menos “Gwen” da cantora.


Já em dezembro, foi lançado o suposto segundo single do trabalho, “Spark The Fire”. Contando com produção de Pharrel Williams, seu parceiro de longa data, a canção nos remetia aos seus trabalhos antigos, em especial “Hollaback Girl”, hino que apresentou Stefani para o mundo.


Depois desse segundo single, ficamos mais quase um ano sem ouvir nada oficial vindo da cantora, até que ela, repentinamente, quebra nossos corações com “Used To Love You”, lançada em 20 de outubro desse ano. A música mostrava algo bem distante do que estávamos vendo em relação ao terceiro álbum da cantora, que logo em seguida, afirmou que teria descartado todo o álbum antigo por não se sentir confortável com o resultado. Vale lembrar que o álbum descartado contava com parcerias inusitadas, sendo elas: Miguel, Shakira, Charli XCX e Sia.


Ontem, foram registradas quatro novas músicas sob o nome da cantora: “Medicine Boy”, “Naughty”, “You Don’t Know Me” e “Red Flags”.  Além disso, em uma entrevista recente, a cantora disse que escrever o último disco do No Doubt, “Push and Shove”, foi extremamente complicado e que ela se encontrava com um bloqueio criativo, mas com tudo que ela passou esse ano, em especial o divórcio de seu marido, Gwen afirma que escrever tem sido muito fácil. “Você tem que entender o quanto eu não conseguia escrever e, de repente, eu estou escrevendo, escrevendo, e escrevendo”, Stefani disse. Gwen diz ter mais de 20 músicas prontas e que não quer parar por aí. Confira abaixo a entrevista completa da cantora para a Beats 1 Radio:


Com as mudanças bem repentinas, como o descarte do álbum anterior e a chegada de “Used To Love You”, arriscando uma sonoridade bem menos comercial, ficamos sem saber o que esperar desse novo álbum da cantora, mais uma coisa é certa: a gente o quer para ontem.
Tecnologia do Blogger.