Sucedendo prévia de música nova, Adele escreve carta aberta aos fãs e se desculpa pela demora com o álbum ‘25’

Segura essa nova era, gente! Demorou até que a Adele falasse abertamente sobre seu novo trabalho, sucessor do aclamado “21”, e enquanto seu silêncio dava espaço pra inúmeras especulações, o que inclui o burburinho sobre a demora ser por conta da insegurança e perfeccionismo dela quanto ao que traria em seu trabalho seguinte, os fãs seguiam aguardando por um sinal de vida com o álbum “25” que, sim, agora parece estar prestes a chegar.


Nesta semana, a britânica aproveitou a audiência do X-Factor para revelar a prévia de uma música nova, por enquanto chamada “Hello”, e sem deixar o hype cair, começou a manhã desta quarta-feira (21) com uma carta aberta em que justifica o título do seu novo disco, seguindo com a tradição de intitular os álbuns com a idade que tinha quando começou a gravá-lo.

Numa conversa poeticamente sincera com os fãs, a hitmaker de “Rumour Has It” conta que esteve o tempo todo desejando estar no futuro, mas agora parece compreender o seu presente e, neste novo disco, buscar conhecer o que se tornou. Fofa como só ela, a moça até se desculpa com os fãs pela demora por novidades.

Leia a carta na íntegra abaixo:

“Quando eu tinha 7 anos, eu queria ter 8. Quando eu tinha 8, queria ter 12. Quando eu fiz 12, queria ter 18. Após isso, eu parei de querer ficar mais velha. Agora eu tento me passar por alguma idade entre 16 e 24 só para ver se eu engano! Eu sinto que passei minha vida inteira até agora desejando algumas coisas. Sempre desejando ficar mais velha, desejando estar em outro lugar, desejando lembrar e desejando esquecer também. Desejando que eu não tivesse arruinado tantos momentos bons porque eu estava assustada ou entediada. Desejando que tivesse conhecido minha avó melhor e desejando que eu não me conhecesse tão bem assim, porque isso significa que eu sempre sei o que vai acontecer no final. Desejando que eu não tivesse cortado meu cabelo ou que eu tivesse 1,70m. Desejando que eu tivesse esperado e desejando que eu tivesse me apressado também.
Meu último álbum foi um álbum sobre término e se eu tivesse que rotular esse seria sobre fazer as pazes. Eu estou fazendo as pazes comigo mesma. Recuperando o tempo perdido. Compensando tudo o que eu fiz e o que eu não fiz. Mas eu não tive tempo para me agarrar ao passado como eu fazia. O que está feito, está feito. Fazer 25 anos foi um ponto de mudança para mim, bem no meio dos meus 20 anos. Oscilando entre o final da minha velha adolescência e da minha vida completamente adulta. Eu tomei a decisão de me tornar quem eu serei para sempre sem encher um caminhão de mudanças com as minhas coisas antigas. Eu sinto falta de tudo sobre meu passado, as coisas boas e as ruins, mas só porque elas não irão voltar. Quando eu estava no meio delas, eu queria sair. Tão típico! É sobre ser uma adolescente, saindo por aí e falando merda, sem ligar para o futuro porque isso não importava tanto quanto importa agora. A habilidade de ser engraçada sobre tudo e não ter consequência. Até mesmo seguir ou quebrar as regras… Que é bem melhor que fazê-las.
’25’ é sobre conhecer quem eu me tornei sem ao menos perceber. E eu sinto muito que tenha demorado tanto tempo, mas sabe, a vida aconteceu.
Com amor, Adele.”

O novo álbum da Adele ainda não tem previsão de lançamento, mas especulam que sairá em novembro, provavelmente disputando as paradas com o próximo disco da Rihanna, outra lenda urbana dessa indústria. Até então, a única notícia realmente concreta sobre o “25” é que ele não contará com “Alive”, música composta pela britânica com a cantora Sia e mais tarde lançada por essa última.
Tecnologia do Blogger.