Tava demorando: Katy Perry deve lançar música natalina e registra inédita, chamada ‘Everyday Is A Holiday’

Tá sentindo falta da Katy Perry? Siim, tem um tempinho que a californiana não aparece com um grande hit realmente interessante, hein? Mas prestes a se apresentar pela segunda vez no grandioso Rock in Rio, a hitmaker de “It Takes Two” parece estar beeeem perto de voltar e de uma maneira comicamente trágica: com um disco natalino.

Já faz um tempo desde que Katy Perry dá indícios de lançar um álbum comemorativo para a data e, neste ano, parece que a doceira do pop vai mesmo cumprir com essa vontade.

Atualmente trabalhando em seu quarto álbum de inéditas, sucessor dos comercialmente aclamados “One of The Boys”, “Teenage Dream” e “Prism”, Katy parece ter encontrado tempo para agradar ao bom velhinho e, se não vier um CD natalino, pelo menos um single especial deve rolar.

Ao contrário de c e r t a s  c a n t o r a s, Perry é compositora ou co-compositora de todos os seus hits e, em seu catálogo, a californiana surgiu com um novo título no mínimo suspeito: “Everyday Is A Holiday”.

O nome, claramente comemorativo, se perde entre alguns títulos da cantora, como “Birthday” e “Double Rainbow”, no último CD, mas dá um sinal de que tem algo natalino chegando aí sim. Bem que podia aproveitar a menção em “This Is How We Do” e ser uma parceria com a Mariah Carey, né? Até porque ela é a diva-mór das músicas natalinas, então o lançamento só acontece com a benção dela.

Fora “Everyday Is A Holiday”, Katy Perry andou registrando algumas faixas que devem integrar seu próximo álbum, previsto para o final de 2016. Alguns dos títulos são “In Flames”, “Heartache Crusade” e “Last Cry”, fora a já polêmica e composta em parceria com o Diplo, “Crocodile Tears”, especulada como uma resposta para “Bad Blood” da Taylor Swift, uia!



O último álbum bom da Katy Perry foi o “TeenageBRINCADEIRA! O último lançamento oficial da cantora foi o clipe de “This Is How We Do”, que repentinamente encerrou a era “Prism”, que ainda podia ter contado com “This Moment”, “It Takes Two” e, CLARO, “Legendary Lovers”. A gente ficou bem triste, sonhando com relançamento, remixes e o caralho à quatro, mas já nos animamos em saber que tem coisa boa à caminho. Se superar o disco anterior, será melhor ainda. 
Tecnologia do Blogger.