V.N.P.D.S.S: Nicki Minaj coloca racismo em pauta com a inexplicável esnobada de 'Anaconda' no VMA 2015 (e Taylor Swift entra na briga)

Você provavelmente acompanhou o anúncio dos indicados ao Oscar dos videoclipes, o VMA 2015. Como todos os anos, mas com efeito que parece estar cada vez pior, a premiação faz aquelas hashtags #burradas e indica clipes que não deveriam e ignoram outros obrigatórios, isso sem cairmos na questão que "gosto é relativo". O bafafá da vez é com o clipe de "Anaconda", da Nicki Minaj. Vamos entender.

Em 2014, o grande vencedor da noite do Video Music Awards foi o clipe de "Wrecking Ball" da Miley Cyrus. Um verdadeiro fenômeno cultural, o clipe virou o maior meme musical do ano, infestando a internet com cosplays e montagens numa viralização - quase - infernal. Cheio de sensualidade e provocação que nos colocou pra pensar fora da caixinha, "Wrecking Ball" era o clipe definitivo do período, tanto que quebrou o recorde da VEVO e se tornou o clipe mais assistido da história da plataforma em 24h.

"Anaconda" em 2015 foi um verdadeiro fenômeno cultural. O clipe virou o maior meme musical do ano, infestando a internet com cosplays e montagens numa viralização - quase - infernal. Cheio de sensualidade e provocação que nos colocou pra pensar fora da caixinha, "Anaconda" era o clipe definitivo do período, tanto que quebrou o recorde da VEVO e se tornou o clipe mais assistido da história da plataforma em 24h.

As semelhanças não são meras coincidências. Na nossa Video Review de "Anaconda", fizemos um paralelo certeiro entre ele e "Wrecking Ball", mas por que então o vídeo recebeu apenas duas indicação (na categoria "Melhor Vídeo Hip-Hop" e "Melhor Vídeo Feminino")? Nunca realmente saberemos, mas Onika foi ao Twitter discutir sobre.

Se eu fosse um "tipo" diferente de artista, "Anaconda" seria nomeado a "Melhor Coreografia" e "Vídeo do Ano" também. Você não podia entrar nas redes sociais sem ver pessoas copiando a capa do single, a coreografia, fantasias pro dia das bruxas... um impacto desse sem nomeação a "Vídeo do Ano"? Quando as "outras" garotas lançam um vídeo que quebra recordes e impacta a cultura, elas recebem nomeação. Se seu vídeo celebra mulheres magras, você recebe nomeação para "Vídeo do Ano". Eu não sou sempre confiante, às vezes cansa. Mulheres negras influenciam tanto a cultura pop, mas raramente somos recompensadas por isso.

Não nos abaixamos e levamos um tiro. O que Minaj pôs em pauta foi a questão que seu vídeo fez a mesma coisa que vídeos de cantoras pop brancas e magras ("Wrecking Ball" e "Bad Blood" na roda), mas foi esnobado. Claro, há uma evidente indireta para Taylow Swift nos tweets, mas não em tom de desmerecimento. O "ataque" foi para a MTV, realizadora da premiação. Foi aí que a hitmaker de "Grand Piano" falou "Vocês não estão deixando de entender meu ponto, estão tentando diminuir meu ponto. Truque mais velho que existe". Eita.

"Anaconda" então foi para os Trend Topics do Twitter e, com toda a movimentação, a roleta da indireta bateu certeira e Taylor Swift apareceu na conversa com o tweet abaixo:

Nicki, eu fiz nada além amor e apoiar você. Não é do seu feitio colocar mulheres contra outras. Talvez algum dos homens tomou seu espaço... 

O que gerou respostas de Onika: "O quê? Você não deve ter lido meus tweets. Não disse uma palavra sobre você. Eu te amo tanto quanto, mas você deve falar sobre isso. Eu ainda estou confusa sobre o porquê de você ter me mandando esse tweet quando eu deixei bem claro meu ponto". A hitmaker de "I Know Places" então respondeu:

Se eu ganhar, por favor venha comigo! Você está convidada para qualquer palco que eu esteja. 

Foi uma forma fofa de encerrar a discussão (que não tinha rumo, já que o ponto de Minaj não era sobre os concorrentes, mas a falta da sua própria indicação), mas Nicki deu a facada final no tema ao dar RT no tweet abaixo.
Taylor, pare de usar "apoio todas as garotas" como uma desculpa para não sermos críticos sobre a mídia racista que tanto te beneficia e glorifica.

Outro tiro. Nossa opinião sobre tudo isso: a rapper está repleta de razão e fez muito bem ter ido reclamar, pois é sim um absurdo a falta da indicação para "Vídeo do Ano", o que carrega um peso bem maior e menos inofensivo do que parece, já que estamos falando de um histórico racismo no meio cultural - e fez tudo isso sem ofender ou desqualificar ninguém, coisa que c e r t a s pessoas não sabem fazer, não é mesmo Zezé?

My anaconda don't want none unless you got nomeação no VMA.
Tecnologia do Blogger.