Vídeo: 17 vezes que Brendon Urie, do Panic! At The Disco, provou não aguentar mais cantar ‘I Write Sins Not Tragedies’

É normal que artistas se sintam extremamente satisfeitos em possuírem um smash hit no começo de suas carreiras, o que, de certa forma, significa que, com o passar do tempo, poderão comprovar a qualidade e relevância dos seus trabalhos por meio de fãs que os acompanham há tempo o suficiente para saber cantar os seus maiores sucessos, entretanto, em alguns casos, dependendo do tempo que esse artista está em atividade e, devido ao sucesso, sendo obrigado a cantar determinadas músicas em todos seus shows, isso também pode se tornar uma das piores experiências de todos os tempos.

Imagine a cantora Adele. A britânica, atualmente com 27 anos, precisará cantar pelo resto de sua vida músicas como “Rolling In The Deep” e “Someone Like You”, do seu segundo CD, e independente do que ela lançar daqui em diante, o público SEMPRE esperará ansioso por essas duas faixas. Florence + The Machine, depois de dois discos, continuará a cantar “Dog Days Are Over”, e assim por diante, artista por artista, se cansará de seus próprios sucessos. Não é a toa que a própria Madonna disse não aguentar mais ouvir “Material Girl”, ao ponto de afirmar que sua música favorita em toda sua carreira atualmente é “Bitch I’m Madonna”, hahaha. Mas isso não acontece apenas entre os artistas pop.

Dê uma olhada no Panic! At The Disco. Entre tantas reformulações e quase separações, a banda terminou com apenas um membro de sua formação original: o vocalista Brendon Urie. E, como muitas da época em que foi lançada, terminou marcada por um sucesso específico.

É claro que eles tiveram outros bons momentos nos anos seguintes, como “Nine In The Afternoon”, de 2008, “New Perspective”, de 2011, e até coisas mais recentes, como “The Ballad of Mona Lisa”, “This is Gospel” e a recente “Hallelujah”, mas veja só qual a primeira sugestão do Google ao procurarmos pela banda:


E qual o primeiro clipe quando procuramos por seus vídeos:


E agora adivinhe, qual é a música que ele terá que cantar por TODA. A. SUA. VIDA. 



Sim, sim, “I Write Sins Not Tragedies”, segundo single do seu ÁLBUM DE ESTREIA, “A Fever You Can’t Sweat Out”, lançado há quase d-e-z fucking anos. E, ao contrário dos outros artistas, que ainda fazem uma média com seus fãs quando o assunto é seu maior hit, o próprio Brendon já tem deixado mais que claro que não aguenta mais essa música. E nós o entendemos, ainda que realmente seja uma ótima canção.

Pelo Youtube, é possível assistir à uma compilação feita por um fã que reuniu diversos momentos em que ele se mostra bem indisposto em cantar o clássico da banda, na maioria das vezes deixando para os fãs ou improvisando novos versos, sendo que no último vídeo da compilação, temos a confirmação: “eu não aguento mais essa música, meu Deus, imagina!”:



Nós te entendemos, Brendon. E daqui alguns anos, muitos outros artistas te entenderão.

#stopiwritesinsnottragedies2015
Tecnologia do Blogger.