No dia do amigo, o It Pop te explica as maiores rixas envolvendo as falsianes do pop!

A menos que você viva fora da sociedade, em uma floresta, esteja em Venus com Lady Gaga ou vagando pelo mundo all by yourself, você tem um motivo para comemorar esse dia 20 de julho. Tudo porque hoje é comemorado o dia do amigo! E nessa data tãoooo especial, os editores Allan, Leonardo e Luccas, com alguns ajustes do Calais e do José Lucas, resolveram listar algumas das "amizades" mais famosas do mundo pop que, como todos sabem, é harmônico, acolhedor e nada competitivo, assim como a mídia, que sempre tenta criar um clima pacífico e acalentador para todos os artistas desse meio, rs.


1) Lady Gaga e Madonna

Mas é claro que essa linda e memorável amizade não poderia ficar de fora! Desde que surgiu e inovou o pop, em meados de 2008, Lady Gaga era cotada como a única capaz de chegar onde Madonna, a rainha da porra toda, chegou. Mas até então, as duas eram até "amigas", tendo já participado juntas do programa Saturday Night Live, da rede NBC, e simulando uma briga de "mentirinha" na atração.


O jogo virou quando Gaga, em fevereiro de 2011, lançou o single "Born This Way", um hino do amor próprio, da aceitação e do empoderamento. Logo, mídia e fãs da Madonna começaram a comparar a música recém lançada com "Express Yourself", um hit da veterana lançado ainda nos anos 80. Pronto, o circo estava armado! A partir daí, a coisa foi ladeira abaixo.

As acusações de plágio ganharam força e Madonna fez questão de alimentá-las: na turnê mundial do álbum "MDNA", a rainha do pop chegou a incluir na setlist o hit de Gaga, cantando em seguida a música "She's Not Me". Na mesma época, Madonna chegou a afirmar em entrevistas que Britney Spears era "melhor que Lady Gaga" e, um pouco depois, ao Good Morning America, a intérprete de "Vogue" deu sua opinião sobre Lady Gaga e Born This Way: "She's reductive", como você pode ver neste post do nosso portal.


MAS AINDA HÁ ESPERANÇAS! No Met Gala deste ano, Madonna e Lady Gaga ~aparentemente~ selaram a paz com uma foto junto com Katy Perry, e desde lá, elas tem "living for love". Será que elas realmente conseguiram deixar toda essa mágoa pra trás? Superem, migas.

2) Britney Spears e Christina Aguilera

Amigas desde a infância, quando as duas mini-divas participavam do programa "The Mickey Mouse Club", Britney Spears e Christina Aguilera estavam fadadas à fama e ao sucesso. Quando em 1999 as duas lançaram seus álbuns de estreia, "...Baby One More Time" e "Christina Aguilera", era inevitável que houvesse uma disputa pelo público teen, alvo das duas, e pelos holofotes.

Esse caso é o clássico exemplo de quando a mídia cria uma rivalidade, que consequentemente é reforçada por fãs. A situação ficou mais crítica no momento em que Xtina emplacou três singles de seu primeiro álbum no topo do Hot 100 da Billboard, contra apenas um da futuramente coroada "princesinha do pop". Mas o que gerou o ápice da rixa foi o Grammy Awards de 2000, no qual Aguilera ganhou de Spears na categoria de "Melhor Artista Novo" e levou seu primeiro gramofone dourado para casa.


Apesar de todo esse rolezão aí que vimos, a jurada do The Voice US afirmou há muuuuito tempo, em uma entrevista à OK Magazine em 2011, que essa parada de rivalidade entre elas é uma bobagem e que na verdade, ambas são realmente amigas. Quanto amor! <3

3) Azaelia Banks e Iggy Azalea

Convenhamos que não é difícil cair nas (des)graças de Azaelia Banks, né non, pessoal? A rapper nova iorquina tem um temperamento um tanto explosivo e é famosíssima pelas suas brigas e shades, como, por exemplo, as tretas com Lily Allen e com a comunidade gay. Mas por que Iggy Azalia virou o maior alvo das críticas de Banks? Militante do movimento negro, a intérprete de "212" se diz contrária a brancos estarem em evidência no rap/hip-hop, ritmos tipicamente negros. Para nossa barraqueira favorita, Iggy Azalea não pode se apropriar da cultura negra sem abraçar também a militância, ou no mínimo apoiá-la, coisa que a hitmaker de Fancy realmente não faz. 


Mas se você acha a rixa de Madonna e Gaga ou Katy e Taylor baixa, você provavelmente não conheceu a de Azealia e Iggy. Em meio a tweets ofensivos, shades e entrevistas, essa treta maligna vem se arrastando desde a existência de ambas e teve seu mais recente capítulo no início deste ano, quando a rapper negra deu uma entrevista à rádio Hot 97 criticando Iggy Azalea e o espaço ocupado por brancos no rap.



Como nunca deixa barato, a intérprete de "Work" deu uma resposta à altura. Ela publicou um tweet se defendendo e responsabilizando o não-sucesso da americana à personalidade e às atitudes ruins da moça. 

Só podemos dizer uma coisa: PAPAPUM!

4) Drake e Chris Brown


Se temos Iggy e Banks na ala feminina do rap, Chris Brown e Drake é que protagonizam a rixa na parte masculina. Reza a lenda que a tensão entre os dois é conhecida pelo nome de Robyn Rihanna Fenty, nossa querida RiRi. A barbadiana que já teve relacionamento com os dois foi o estopim para que muitas brigas acontecessem entre eles.


Em 2012, Chris Brown e Drake protagonizaram uma confusão envolvendo socos e garrafadas na boate W.I.P. de Nova York. Na briga, Chris Marrom teve o queixo machucado e ainda postou a foto em seu twitter mostrando o ferimento. Mas no ano passado, os até então rivais, dividiram os vocais na canção “Only” de Nicki Minaj que contou ainda com a participação do rapper Lil Wayne. Drake também postou no seu instagram uma foto em um estúdio de gravação ao lado de Brown. Nicki Minaj contou em uma entrevista que deu uma lição de moral em ambos. Será que eles ouviram a amiga?

5) Mariah Carey e Jennifer Lopez


Dois dos maiores nomes da música na década de 90/2000 iniciaram uma verdadeira batalha nos bastidores em 1998! Mariah Carey, recém-divorciada de Tommy Mottola, dono da gravadora Sony, da qual JLo também era contratada, viu seu mundo desmoronar quando descobriu que seu ex, por pura vingança, havia comprado o sample que Mimi usaria no primeiro single da trilha-sonora de "Glitter" para Jennifer Lopez utilizá-lo na canção que achasse adequada. E ela realmente usou! O tal instrumental fez de "I'm Real" um dos maiores sucessos de JLo na terra do Tio Sam, enquanto Mariah amargava maus resultados com o single "Loverboy". Vixe!

Pra piorar, ao lançar o clipe do remix de "I'm Real" em parceria com Ja Rule, Jenny apareceu com uma blusa com os dizeres "Madame Butterfly", em referência ao apelido de Carey. Acha que acaba por aí? Nananinanão. Ao ser perguntada sobre cantora numa entrevista, não é que Mimi decidiu ser uma verdadeira shady bitch e nos deu um meme para usarmos a vida inteira? I don't know her.


Vale lembrar que Jennifer Lopez havia conquistado o lugar de Mariah como jurada do American Idol, que por sua vez retornou ao programa na temporada seguinte. Em 2014, JLo acabou explicando a treta entre elas e, na verdade, no ponto de vista dela, não era bem uma treta. "Li algumas coisas que ela disse sobre mim, que não foram as melhores, mas nunca a conheci. Não nos conhecemos. Acho que é esse tipo de fofoca que correu no passado e que não estou inteirada. Não sei", declarou ela, que ainda se disse fã de Carey e até chegou a defender as baixas vendas de "Me. I Am Mariah… The Elusive Chanteuse".

Contudo, parece que as coisas acabaram não ficando tão de boa para Lopez. No Billboard Music Awards desse ano, a mulher se mostrou desinteressadíssima na performance de sua ~~rival~~ ao ficar toda linda e bela mexendo no seu Instagram enquanto a outra, por sua vez, soltava o vozeirão ao som de "Infinity". Ao fim da cantoria, ela apenas bateu palmas de um jeito... bom:


Atualmente, ambas continuam riquíssimas e cuidando de suas vidas e de seus materiais, não se importando muito com eventuais rixas. É quase como se não se conhecessem mais.

6) Marina Diamandis e Ellie Goulding

O Reino Unido é pequeno para essas duas divas finíssinas. A possível mas nunca confirmada treta (e põe treta nisso) entre Marina Diamandis e Ellie Goulding eclodiu assim que o último disco da galesa, "Froot", vazou e chegou até nós a faixa "Better Than That", que conta sobre uma garota com voz de anjo e de cara amarrada que faz ~de tudo~ para chegar ao topo. Isso soou para os fãs da galesa como uma grande indireta bem direta para a menina Ellie que, em teoria, tem um currículo de fazer ~de tudo~ e ser bem fura-olho.

Em teoria, tudo começou com a Ellie ganhando o BBC Sound Of..., programa da BBC que lançou diversos artistas para a indústria musical, e tendo sua vida mudada para sempre por isso. Há quem questione os métodos usados para escolher ela como vencedora, usando as relações que ela tinha com pessoas próximas a emissora para conseguir tal coisa.  A coisa ainda piora mais por especularem que Goulding chegou a ser a amante do ex da galesa, além de ter entrado em estúdio com o cara. Eita!

A coisa ainda piora: aparentemente, Ellie foi quem inspirou "Don't", música que Ed Sheeran fala sobre sua quase namorada que acabou indo para a cama com um de seus melhores amigos, esse papel feito pelo membro do One Direction, Niall Hooran. Isso sem falar do boicote de Calvin Harris para "I'll Never Let You Down", da Rita Ora, que foi proibida de promover a canção, pouco antes do DJ surgir nas rádios com "Outsite" ao lado de quem? Isso, Ellie Goulding.


Marinão chegou a desmentir sua rixa com a voz de "Lights", dizendo que a mídia adora por uma mulher conta a outra, contudo, a letra de "Better Than That" diz que Marina sabe de muita coisa mas que nunca falaria sobre, então nos resta ficar imaginando o que é verdade e o que não é nisso tudo.

7) Taylor Swift e Katy Perry

Com o mega produzido vídeo de "Bad Blood", veio a tona mais uma rixa para o adorável e pacífico mundo pop, entre uma das maiores estrelas da atualidade: Katy Perry e Taylor Swift. O clipe, que tem algumas prováveis indiretas à intérprete de "Dark Horse" (dentre elas o carro de "Unconditionally"), acabou por ser mais um dos capítulos para a novela de Swift x Perry.


Tudo começou quando Taylor disse à Rolling Stone que "Bad Blood" seria para uma certa popstar que estava tentando sabotar sua turnê ao contratar funcionários da mesma. A mídia supôs que a tal pessoa seria Katy Perry, visto que ela estava tentando contratar dançarinos da Red Tour e, como ela não é obrigada, Katy foi ao Twitter e teve início a guerra de indiretas.


A voz de "Dark Horse" também chegou a dar outra suposta indireta, mas pela Billboard ao falar numa entrevista que quando alguém difamar seu caráter, nós saberemos. Depois de algum tempo e mais farpas, Taylor resolveu dar um basta nisso tudo (ou era o que pensávamos) declarando para o The Telegraph que não falaria mais sobre esse assunto. Contudo, ao ser divulgado um dos pôsteres de "Bad Blood" com a Ellie Goulding, Katy foi novamente ao Twitter:


E aí segue a história de que o último clipe de Swift é uma grande indireta para Katy Perry, que estaria cheio de referências sobre a rixa entre as duas. Curiosamente, as duas eram amigas no passado, tanto que na "Fearless Tour", Katy subiu ao palco e cantou "Hot N' Cold" com a voz de "Style".


***

Bem provável que esses artistas já desejaram (ou ainda desejam) um inferno astral pro seu arquirrival. Mas aí perguntamos pros nossos amiguinhos: esse mundinho cheio de polêmicas desnecessárias levam a quê? A música é um território vasto que sempre cabe mais um, então, só podemos desejar muita paz e música boa. Sem rixas e ódio no coração! Somente assim poderão botar em prática o que já dizia o poeta brasileiro: " Amigo é coisa pra se guardar debaixo de sete chaves".
Tecnologia do Blogger.