Suposto roteiro de ‘Bitch I’m Madonna’ tem Beyoncé relembrando a cena do elevador, Katy Perry e Miley Cyrus rindo dos seus prêmios Grammy e Madonna a caminho da super festa de Nicki Minaj

A gente ficou chateadíssimo em saber que Madonna e seu novo disco, o ótimo “Rebel Heart”, não estão indo muito bem em relação aos seus singles, ainda que as escolhas tenham sido impecáveis, da dançante “Living For Love” à deliciosa “Ghosttown”, mas já que é pra tombar, Madge está perto de fazê-lo e, depois de ser iggynorada pelas rádios com seus primeiros dois singles, formou um bonde super in para as rádios atuais, afim de, finalmente, atrair a atenção necessária para seu novo disco, que agora está em seu terceiro single, a parceria com Nicki Minaj e Diplo em “Bitch I’m Madonna”.

Quem já ouviu o “Rebel Heart”, sabe que “Bitch I’m Madonna” é a faixa mais divertida do registro e coloca Madonna na zona de conforto de Diplo, em meio a uma baderna cheia de synths e trap, pra twerkar como Miley Cyrus nunca pensou que faria em vida, e Nicki Minaj, que já colaborou com a cantora em “Give Me All Your Luvin’” e “I Don’t Give A”, do “MDNA”, dá um reforço para o Diplo na missão de garantir que essa faixa não passará despercebida pelos fãs de cultura pop atual, só que Madonna é uma das artistas mais ambiciosas de todos os tempos e, sendo deixada de lado como estão fazendo, é claro que ela queria mais e, com seu novo clipe, se esforçará ao máximo para ter.

No mesmo dia que revelou nada menos que CINCO remixes de “Bitch I’m Madonna”, a hitmaker de “Best Night” usou seu Instagram para mostrar uma ilustração inspirada em seu novo single e, TCHARÃN!, prometeu muitas surpresas, marcando na imagem o perfil de várias pessoas famosas, incluindo Miley Cyrus, Beyoncé, Katy Perry, Rita Ora e, claro, Nicki Minaj AND Diplo. Como essas cantoras adoram nos fazer de trouxa, é óbvio que ela não explicou porque marcou tanta gente na imagem, mas como não acreditamos que Madonna esteja só chamando as amigas para ver sua estreia e nem sofrendo com a idade e tremedeira na mão, o que poderia resultar em marcações acidentais, fomos na maré dos fãs com a ideia mais animadora de todas: ela chamou geral para o clipe novo!



A teoria não é absurda, mesmo parecendo a nova “Ratchet” (suposta parceria entre Gaga, Beyoncé e Azealia Banks que fez os fãs dessas três — e das outras também — passarem noites em claro, acreditando nos rumores de que essa seria a continuação de “Telephone”) da internet, e combina bastante com a primeira performance que Madonna fez para “Bitch” lá no programa do Jimmy Fallon, em que ela botava pra quebrar (falar da Madonna desperta em nós uma estranha vontade de usar termos ultrapassados) numa festa que era a verdadeira go hard or go home zone do momento. Imagina ter toda aquela baderna repleta de gente famosa? Seria um dos clipes mais inusitadamente divertidos do ano.

E tem mais! Porque Madonna já dividiu palco com a Miley Cyrus, com quem até gravou uma música, até então nunca revelada, e fez um ensaio fotográfico com a Katy Perry, também possuindo uma proximidade com Beyoncé, Nicki Minaj e Rita Ora por conta do, cof cof, Tidal, aquela plataforma de streaming revolucionária do Jay Z, que prometeu deixar pra trás o iTunes, Spotify, Youtube, VEVO, Ares e mais o que você imaginar, mas sentiu na pele a era “ARTPOP”, o que significa que todas são próximas o suficiente para realmente dividirem a telinha em um novo videoclipe, e nessa só sentimos falta da Taylor Swift, que há pouco reuniu vários famosos no clipe de “Bad Blood” e dividiu palco com a Madonna em uma performance de “Ghosttown”, mas aí nos lembramos de todas as cantoras que estariam lá e entendemos a razão — reforçando a lista, Beyoncé, Nicki Minaj, Miley Cyrus, Rita Ora, Katy Perry, Katy Perry, Katy Perry, Katy Perry, entre outras.


Mas tá, tudo isso não é novidade, até saiu um post aqui sobre a teoria, a imagem do Instagram e as supostas colaborações, então qual é a novidade? E YASSS, nós temos, porque está circulando pela rede mundial de computadores um suposto roteiro do clipe, revelado por fã-sites gringos, e esse não se assemelha muito ao que esperávamos do clipe, nos baseando na performance no Jimmy Fallon, mas parece animador e cheeeio de alfinetadas na mídia e fãs que amam fomentar brigas entre divas, o que termina sendo ainda mais genial.

Segundo o suposto roteiro, tudo começa com a Rainha do Pop em seu carro e, olha só, lendo críticas sobre ela em um jornal, aí seu telefone toca e, adivinha quem é? Sim, sim, é Nicki Minaj, convidando-a para uma festa que vai durar a noite toda e você só deve ir se garantir que está com disposição pra não voltar pra casa tão cedo. É claro que a Madonna topa o chamado e, ao entrar no elevador do hotel, esbarra com ninguém menos que Beyjesus, relembrando a icônica cena do elevador, em que a cantora de “Drunk in Love” se fez de cega, surda e muda enquanto sua irmã, Solange Knowles, quebrava o pau com seu marido, Jay Z. De acordo com informações vazadas dos bastidores, o elevador do clipe é O MESMO do vídeo que causou toda a polêmica. 

rs_500x282-140512114137-solangeelevator1.gif (500×282)
“We hit the elevator right up to the rooftop”

Beyoncé, parceira de Nicki Minaj em “Flawless” e “Feeling Myself”, está a caminho da mesma festa e, junto com Madonna, encontra duas outras cantoras: Katy Perry e Miley Cyrus! E elas, assim como fizeram no último Grammy Awards, estão conversando e zombando delas mesmas, uma por não ter prêmios Grammy e a outra por ser uma subestimada ex-estrela da Disney. No fim, todas terminam no mesmo lugar e o resto se resume à uma grande celebração contra o ódio desses fãs de música pop, da mídia e derivados.

rs_500x282-140130110917-mileyunplugged21.gif (500×282)
“You can't touch this.”

Parece promissor.

Neste meio tempo, a gente sabe que Madonna fará uma bagunça antes mesmo de chegar no apartamento que sedia a festa, ao estilo de “It’s My Party”, da Jessie J, e é quando ela encontra Diplo, que aparece incomodado com a bagunça na porta de seu apartamento e bate a porta logo em seguida. Ou pelo menos é isso que sugeriu um trecho dos bastidores, revelado por ele e o vocalista da banda Flaming Lips, Wayne Coyne, pelo aplicativo Snapchat.

E isso é tudo.



“Bitch I’m Madonna” ainda não tem previsão para seu lançamento, mas seu clipe — ainda não sabemos se, de fato, com o roteiro acima — já foi gravado, só esperando a benção da própria Madonna para ver a luz do dia, além de possíveis finalizações de cortes, edições, etc. Não adianta ter um clipe cheio de gente linda e famosa e só aproveitá-los por alguns segundos, né? Aliás, poxa, Madonna, cadê convite pra Britney, Aguilera, Lady Gaga?

tumblr_mx5g6fB4351sti5kso1_500.gif (500×282)

Se juntasse as cantoras tudo, a internet seria inevitavelmente quebrada mais uma vez. A direção do vídeo, pra nossa felicidade, é do Jonas Akerlund.
Tecnologia do Blogger.