Para James Cameron, 'O Exterminador do Futuro: Gênesis' é o terceiro filme da franquia


O primeiro "O Exterminador do Futuro" foi idealizado, roteirizado e dirigido por James Cameron. Com o sucesso do primeiro, logo um segundo foi alavancado. Anos depois, e sem Cameron, "Rebelião das Máquinas" foi lançado, sendo o primeiro divisor de águas da franquia. Então, num período de hiato ainda maior, surgiu "A Salvação", sem James Cameron e (quase) sem Arnold Schwarzenegger, sendo odiado pela grande maioria. Agora, com a volta do ex-governador da Califórnia, a franquia parece que caminhará bem novamente.

O novo filme "Gênesis" é, talvez, o mais arriscado de toda a franquia. Ele é uma continuação e uma espécie de reboot. Mas como assim? O novo longa trabalhará com uma realidade totalmente alternativa e brincará até com acontecimentos de filmes passados, vide a luta Arnold X Schwarzenegger, que vem sido bem explorada pelos trailers. Surtada, tal proposta não vem sendo muito aceita pelos amantes da franquia e fiéis aos dois primeiros longas, quando James Cameron ainda tinha controle criativo sobre. E, para eles, o diretor de "Titanic" tem um recadinho:



"O filme é bom, então aquietem e parem de mimimi. Obrigado. De nada", James Cameron.

Em "O Exterminador do Futuro: Gênesis", Sarah Conor (Emilia Clarke), orfã aos 9 anos (seus pais foram mortos por um exterminador), será criada pelo T-800, tendo até um vinculo com o robô, chamando-o de "pops". Por consequência, a moça se tornará antissocial, não entenderá nada de relações humanas e sim de armas.

"O Exterminador do Futuro: Gênesis" estreia em 2 de julho de 2015!
Tecnologia do Blogger.