Melhor e mais viciante do que nunca, Rita Ora vem toda rockeira e fashionista no seu clipe de retorno, o ótimo ‘Poison’

Agora tem que ir pra Rita Ora, né gente? A cantora é muito bem-sucedida no Reino Unido, lugar em que emplaca até um arroto, se ela quiser, mas teve a divulgação do seu segundo disco interrompida após uns problemas com o Calvin Harris, produtor do seu single anterior, “I Will Never Let You Down”, e depois de ficar marcada nos EUA como a mulher que canta com a Iggy Azalea em “Black Widow”, decidiu voltar melhor do que nunca em sua nova música de trabalho, que é a ótima “Poison”.

Falando sobre escolher o cara para ser o seu veneno, em mais uma história daquele amor que te faz mal, mas você continua querendo ao seu lado, “Poison” faz uma fórmula que cabe bem ao histórico de cantoras como Kelly Clarkson ou Jessie J, mas traz algo a mais que só Rita Ora poderia nos entregar, indo desde a sonoridade redonda, sem ficar genérica, ao break que passeia entre o pop-rock e o dubstep, sem ficar datado ou menos interessante. Se é venenoso, nós não sabemos, mas garantimos que vicia.

E EIS QUE nesta quarta-feira (03) a faixa também ganhou um videoclipe e tão bom quanto sua versão em áudio. Com direção do Cameron Duddy, mesmo de “Uptown Funk”, do Mark Ronson com o Bruno Mars, o vídeo traz Ora como uma garota que atrai a atenção de um fotógrafo que, literalmente, a torna uma it girl em apenas alguns cliques. No auge de sua fama, entretanto, ela nota que está envenenada e aquilo não é seu verdadeiro eu, tentando correr atrás de suas origens, a gente só não conta se ela teve sucesso. 

Todo o vídeo vem numa produção impecável e repleta de cenas que mais parecem um editorial de moda, repletas de gente linda e bem arrumada, além da cantora numa postura rockeira e fashionista que nos remete bastante ao conceito adotado por Rihanna em “FourFiveSeconds”, só que de uma maneira aparentemente mais funcional — e trazendo de volta a jaqueta vestida pelos dois lados do ombro.

A introdução dramaticamente narrada, o comecinho dela puta da vida com o cara tirando fotos sem pedir permissão dela e seus amigos emos, góticos, conceituais, ela perdidinha entre querer ou não ser fotografada, a reviravolta na trama... A gente não tem o que tirar e nem pôr, tanto no clipe quanto na música, então Rita tem muito o que comemorar, porque esse round ela já levou, só falta conseguir desengavetar o disco. Confira o clipe sensacional abaixo:


#VEMRO2
Tecnologia do Blogger.