Avril Lavigne relembra seus momentos com a doença de Lyme no 'Good Morning America': 'foi a pior parte da minha vida'

Por mais que os artistas pareçam muitas vezes inatingíveis, intocáveis e até mesmo sobre-humanos, eles também são pessoas comuns que têm seus defeitos, medos e, é claro, que ficam doentes. Gaga é um exemplo disso ao precisar cancelar sua Born This Way Ball Tour por conta de complicações em suas pernas, mais recentemente tivemos Jessie J cancelando sua turnê australiana por conta de problemas cardíacos, o que traz a tona algo que não é sempre óbvio (principalmente quando os assistimos pelo YouTube ou os assistimos ao vivo): eles são gente como a gente.

Você deve se lembrar que a Avril Lavigne passou parte do ano passado bem doente por conta da Doença de Lyme que ela adquiriu durante a sua turnê. A garota até ficou de cama o mês de outubro inteiro e, nossa, deixou seus fãs muito preocupados. Felizmente ela já está melhor e decidiu contar essa história hoje para o programa estadunidense Good Morning America, isso sem poupar lágrimas dela ou as nossas.

Em suma, Avril contou como foi passar por tudo isso, desde o início da doença, que é dificilmente diagnosticada por se parecer com uma gripe forte, até a "esnobação" que o pessoal infectado sofre por conta da doença, além de também sobre o grande apoio que recebeu de seus fãs. Dá uma olhada aí:



"Eu ia em especialistas e os melhores médicos simplesmente me mostravam o diagnóstico no computador escrito 'doença crônica'. Então me falavam 'Tenta sair da cama, vai tocar piano. Você está deprimida?' Esse é o maior problema para quem tem a doença de Lyme. Ninguém da resposta para isso então ficam falando a eles que estão loucos". Ela ainda continua: "Eu acordava suando quente. Achava que estava com gripe. Fui ao médico e fiz exames de sangue. Ele não sabia o que estava acontecendo comigo".

A doença, bem mais comum na Europa e Estados Unidos, é caracterizada pela febre, dor, indisposição, dor de cabeça, erupção na região da mordida do carrapato transmissor e mais alguns outros sintomas. Caso queira ler mais sobre, boa leitura.

Ainda bem que a menina-mulher já está melhor e se diz ansiosa para continuar com seus trabalhos! Seu último single foi a faixa "Fly", tema das paralimpíadas desse ano.

Tecnologia do Blogger.