Abaixa que é tiro: depois de um ano sem (quase) nada novo, Silva libera duas faixas novas, vem escutar 'Noite' e 'Um Girassol da Cor do Seu Cabelo'!

Existe uma gama de artistas mais ~alternês~ dentro da música brasileira que são capazes de chamar nossa atenção por seus trabalhos quase sempre interessantes. O carioca Cícero nos deixou semanas a fio escutando apenas seu último álbum, "A Praia", os curitibanos d'A Banda Mais Bonita da Cidade e seu "Mais Feliz da Vida" e, é claro, Silva, dono de um dos melhores discos do ano passado, "Vista Pro Mar".

O ruim é que o último CD do capixaba é datado do início de 2014, e, como a internet se torna a cada dia mais um lugar hiper rápido em que qualquer coisa se torna velha um dia após ser lançada, é difícil passar mais de um ano sem nada novo de um dos seus artistas preferidos (little monsters sabem bem disso, né nom?). Por mais que ele tenha lançado vários remixes para faixas retiradas do "Vista" e até mesmo tentando se jogar no mercado internacional com uma versão em inglês para "Janeiro" (ou como foi traduzida, "January", que é basicamente sua letra passada pelas mãos da Wanessa). Enfim, precisávamos de algo novo do Silva.

E Deus nos escutou! Chegaram até nós não uma, mas duas novas canções do cantor. A primeira a ser liberada já era esperada há algum tempo e é uma parceria entre Silvinha, o nosso jurado favorito do The Voice (não, não o Adam Levine), Lulu Santos, e o rapper Don L. "Noite" não é o que esperávamos ouvir do cara nem em mil anos, fato atribuído a suas colaborações, mas nem por isso se torna ruim, na verdade, o resultado ficou bem interessante, dá uma olhada aí:


A outra divulgada é "Um Girassol da Cor do Seu Cabelo" e faz parte do projeto Mar Azul, que reúne 11 artistas para fazerem covers da banda mineira Clube da Esquina. "Um Girassol" original é lá de 1972 e é beeeeem diferente do que o Silva nos entregou em sua versão. Novamente: é outra canção que não esperaríamos ouvir do cara normalmente, embora ele já tenha a performado ao vivo algumas vezes. Confere aí:



Não vamos ter um novo disco do capixaba tão cedo, mas ao menos podemos matar as saudades aos poucos com o que ele anda divulgando, né?
Tecnologia do Blogger.