Sem pressa pra lançar novo CD, a importante cantora Lorde está ‘testando novas sonoridades em estúdio’, segundo seu produtor

A gente gostaria muito de ter Lorde e seu novo disco nos surpreendendo repentinamente na madrugada deste sábado para domingo, com todas suas faixas e clipes disponibilizados no iTunes, Spotify, TIDAL ou qualquer outro lugar, mas segundo o produtor e grande amigo da cantora, Joel Little, com quem a neozelandesa colaborou em seu EP e disco de estreia, “The Love Club” e “Pure Heroine”, as coisas ainda não estão a caminho de serem lançadas.



Em estúdio desde agosto do ano passado, quando finalmente conseguiu respirar desde a febre que viveu com o sucesso de músicas como “Royals” e “Team”, além das indicações ao Grammy, amizade com artistas como Diplo e Taylor Swift, finalização da curadoria da trilha sonora de “A Esperança (Parte 1)”, entrevistas e mais uma caralhada de coisas, Lorde parece não ter pressa para o lançamento do seu segundo disco, o que pode ser interessante, visto que a maioria das artistas que se apressam em lançar um novo material, por aquele medo de cair no esquecimento, termina nos deixando bem decepcionados, e tem aproveitado esse tempo mais calmo para experimentar novas coisas em estúdio.

Numa conversa com a Billboard, o produtor Joel Little, que depois de Lorde também colaborou com Sam Smith, Broods e Ellie Goulding, revelou que os dois já escreveram uma série de canções, mas não começaram a finalizar muitas produções ainda, pois querem a certeza de que as músicas são realmente boas e que experimentaram tudo o que podiam. Mostra pra gente que ajudamos a decidir, Little! 

Ele ainda falou que, nesses experimentos, os dois não estão “atirando pra todos os lados”, mas fazendo alguns testes enquanto exploram novas batidas e mais o que acontecer em estúdio. Parece promissor.
“Nós escrevemos várias canções”, disse Joel. “A gente ainda não fez muito na produção de tudo isso, mas só queremos ter certeza de que as músicas [novas] são realmente boas e tentar experimentar algumas coisas novas, tipo batidas diferentes e seja lá o que acontecer em estúdio”, continuou. Sem pressa para revelar algo novo, o produtor afirmou que os dois estão “com tempo para ter certeza de que exploramos todas as opções” necessárias.
Não duvidamos da capacidade deles em se superar e, de fato, nos satisfazer, não é mesmo? Principalmente quando parecem tão focados em testar novas sonoridades.



Além de Joel Little, Lorde chegou a colaborar brevemente com outros produtores desde sua ascensão, como Diplo, que participou do relançamento do seu disco de estreia em “No Better”, Son Lux, com quem colaborou na nova versão de “Easy”, do disco de estreia do cara, Kanye West, responsável pelo remix “Flicker”, da trilha sonora de “A Esperança”, e o cara por trás do sucesso de Adele, Paul Epworth, que deu sua benção à “Yellow Flicker Beat”, lançada para a trilha sonora do mesmo filme.



Em seu Twitter, a cantora também mostrou que tem tido tempo pra acompanhar alguns lançamentos, elogiando os novos materiais de Florence + The Machine (“What Kind of Man”, do novo disco da banda), Charli XCX e Tinashe (“Drop That Kitty”, com o rapper Ty Dollar $ign). Adoraríamos vê-la ao lado desses e vários outros nomes nos novos materiais, até porque quanto mais longe ela vai, melhor soa. A parceria com HAIM e Stromae em “Meltdown” não nos deixa mentir.



MAZENFIM, só não demora, tá Lorde? Já estamos sentindo sua falta.
Tecnologia do Blogger.