It Pop re-apresenta: Bangtan Boys, os futuros proprietários do k-pop que estão voltando ao Brasil com a turnê 'The Red Bullet'!


Já cansamos de falar sobre esses meninos aqui no blog, e o quão bom eles são. Quem é leitor do It Pop há pelo menos três anos, sabe que acompanhamos a carreira do BTS desde o seu debut, e sempre foram só elogios. Com o anúncio de que o grupo estará retornando ao Brasil após um ano de sua vinda, desta vez com sua turnê " BTS Live Trilogy Episode II: The Red Bullet" (!), resolvemos fazer um It Pop Re-Apresenta para relembrar um pouco da trajetória dos rapazes e apresentá-los a quem nunca ouviu falar do (ótimo) som deles - com um foco maior no mini-álbum "The Most Beautiful Moment In Life, Part 1". Então, bora?

Após o período como trainees, Suga, J-Hope, Jimin, V, Jungkook, Rap Monster e Jin surgiram em meados de junho de 2013 com a poderosa "No More Dream", canção do single album "2 Cool 4 Skool" que aborda a ideia de que todos devemos correr atrás de nossos sonhos, sendo eles chulos ou não, dando vida, assim, aos Bangtan Boys (BTS). Mesmo com o clipe ambientado em cenários de baixíssimo orçamento e o visual zoadinho dos garotos, já dava para ter uma ideia do que esperar do rookie daquele ano, que parecia ter debutado há um bom tempo.


Exatamente um mês depois, vieram com "We Are Bulletproof", com um vídeo de orçamento ainda mais baixo, provavelmente gravado na mesma época do debut single, e mais tarde com "N.O", dona de um clipe como selo Katniss da Revolução de Qualidade, do primeiro mini-álbum deles. Assim, BTS se tornou o grupo rookie para ficarmos de olho daquele ano.


Multi-premiados e cheios de fãs ao redor do mundo, os rapazes à prova de balas ainda não haviam acontecido de fato na Coreia do Sul. Assim, no ano seguinte, o grupo resolveu que era hora de apostar em músicas ~comuns~, mas que dariam um ótimo retorno para eles, fazendo com que mais pessoas conhecessem seu trabalho e mais noonas se tornassem fãs. Sendo assim, tivemos uma overdose de "noona x oppa", ou algo do tipo, com os ótimos singles "Boy In Luv", "Just One Day", "Danger" e "War of Hormone".


Todas as sete canções citadas até aqui, mesmo com MVs completamente diferentes, apresentam um conceito em comum: bad boy da escola. A ideia de criar uma imagem "fixa" para o grupo é ótima, isso quando ela não se torna ordinária demais até mesmo para eles. Tal imagem deveria estar monótona até mesmo para a BigHit, que fez com que ela fosse quebrada com " The Most Beautiful Moment In Life, Part 1", mini-álbum liberado no último dia 28. O fato dos rapazes venderem bem, mas não serem "O" grupo nas vendas (apesar da leve mudança de abordagem) pode ter influenciando bastante a mudança de imagem.

Os bonés, os óculos, os penteados estranhos (né, Rap Monster?), os uniformes escolares e as roupas com um visual pesado, emo e gótico deram lugar a algo totalmente limpo, dando vida a um novo grupo e bem distante daquele que vimos no decorrer destes (quase) dois anos. Vemos que a trilogia escolar, que acabou virando uma tetralogia, realmente chegou ao fim, fazendo com que quem não simpatizasse com o estilo pra lá de abusado pelos rapazes desse uma nova chance ao grupo, já que eles pareciam ter renascidos, ou melhor, re-debutados. A renovação foi total, foi #revamp e com muitos lives de shortinho.

Tal renovação não atingiu apenas o seu visual, mas suas músicas também. "I Need U" - canção escolhida para a promoção do mini -, por exemplo, trouxe vários elementos nunca usados pelos rapazes, criando algo novo para eles. Apesar dos pontos positivos quanto ao instrumental, os meninos, ou melhor, a gravadora resolveu que ainda não era o momento de sair da zona de conforto e acabou apostando novamente em algo ~romântico. MAS, tudo isso não implica na impressão final de que "I Need U" é uma excelente canção, e ela ficou ainda mais forte com a versão original de seu clipe.


A história por trás do lançamento de tal versão é digna de algum dorama. No mesmo dia em que a versão final, com muitos cortes bruscos, foi lançada, através do Twitter oficial do grupo foi revelado que havia uma versão "sem edições", para maiores de 19 anos, mas sem previsão de lançamento. Muitos falaram que tal versão não foi a final devido ao excessivo conteúdo adulto do clipe, com Rap Monster fazendo alusões ao cigarro, Kook apanhando e sangrando, V matando um cara e Hoseok morrendo de overdose de drogas, por exemplo. Para nós, o motivo pode parecer bobo até, mas na Coreia a censura é muito forte.

***

Mas e então, gostou da sonoridade do grupo? Então que tal ver eles ao vivo? Como falamos láaaa em cima, os Bangtan Boys estão voltando ao Brasil em julho. O show da "The Red Bullet" acontecerá no dia 31 de julho às 20h no Audio Club e, se Hoseok permitir, com um setlist novo, e com as canções de "The Most Beautiful Moment In Life, Part 1". Aliás, fica o stream deste e dos outros quatro discos dos meninos. Queríamos falar um pouquinho só de cada um, mas temos leite no fogo. No mais, a-deus!

Tecnologia do Blogger.