'Joe, espero que você me perdoe', diz Natalia Kills depois de humilhar candidato no 'The X Factor' neozelandês

Todo mundo já cansou de ler e comentar sobre o barraco protagonizado por Natalia Kills no primeiro live show do "The X Factor" neozelandês, onde a cantora humilhou sem propósito um candidato por ele supostamente ter copiado o visual revolucionário e pioneiro (terno + gel) do ícone fashion Willy Moon, também jurado do programa e esposo da britânica, certo?

O caso gerou uma onda - tsunami - enorme contra o casal, que foi demitido do programa menos de 24h depois do acontecimento e, ao que parece, resultou também na demissão de Kills da Cherrytree Records, sua gravadora. Ela, debochada, comentou apenas que era uma garota problema ao postar o vídeo do seu single, "Problem", o que só piorou a situação, afinal, não mostrar arrependimento numa situação tão absurda é horrível.

Mas Natalia quebrou o silêncio. Ela acaba de postar um pedido de desculpas para Joe Irvine, o candidato humilhado por ela e Moon, comentando também sobre os bastidores do programa. "Finalmente, estou aliviada de quebrar o silêncio", começou: 
Muita coisa acontece nos bastidores de um reality show, e o que você vê nem sempre é a história toda. O programa me trouxe para trazer a minha paixão, expressão dramática e perspectiva. Fui encorajada a ser franca e as coisas ficaram de lado. Joe, eu espero que você possa me perdoar e desejo a você o melhor! Seja natural, diferente e seja você!
Muito bem, dona Kills, já estava na hora de você pedir desculpas. De fato isso não diminui todo o dano já causado, mas ao menos mostra que dá para ser minimamente humilde mesmo quando o caos é muito grande.   

As novas empreitadas da cantora são incertas. Sem o programa e sem gravadora, ela deve se manter afastada dos holofotes (que agora conseguiu rs) e trabalhar num álbum para limpar sua imagem. Mesmo não conseguindo defendê-la, esperamos que ela consiga fazer mais música boa - como ela sempre fez.



Atualização: Momentos depois do comunicado de Natalia Kills, quem também se pronunciou foi o seu marido, o icônico Willy Moon. Em seu Twitter, ele publicou uma declaração que mais parece transcrever as palavras de Natalia, com ênfase para a possibilidade de ambos terem agido daquela maneira por uma ordem de alguém maior:
“A verdade sobre esses ‘programas de realidade’ na TV é que há muita coisa que o telespectador não vê. O programa encoraja os juízes a serem francos e extremamente opinativos. Isso foi longe demais e eu não desejo pra nenhuma pessoa. Eu desejo aos participantes, equipes e, particularmente, ao Joe, tudo de bom.”
Que esses programas são cheios de armações nós sabemos. Nada que Mariah Carey e Nicki Minaj não tenham nos exemplificado da melhor forma possível em sua época do “American Idol”, mas independente disso, quem responde pelo comportamento em frente às câmeras são os próprios artistas, não é mesmo? Sendo assim, não há quem culpar, se não os dois, pelas palavras e comportamento. Por sorte, ao menos um deles reconheceu o erro. O assunto deve ser encerrado aqui. 
Tecnologia do Blogger.