Grimes revela a versão demo de ‘Go’ e a música continua soando incrivelmente ótima, mas não fará parte de seu novo CD :(

Dos muitos nomes erguidos pela internet nos últimos dois anos, a natural do Canadá, Claire Boucher, artisticamente conhecida como Grimes, foi um dos projetos de mais difícil “digestão” pelo blogueiro que vos fala. Com três discos já lançados, o ápice de Grimes rolou em seu terceiro CD, “Visions”, de onde extraiu singles como “Genesis” e “Oblivion”, mas seu trabalho sonoro é tão, mas tãaao complexo, que foi necessário um grande apelo visual pra que ela rumasse entre os fãs da cultura pop, expandindo seu público, até então centrado no meio alternê-uuuh, FKA Twigs-Tumblr-etc.

Com os trabalhos de Grimes, minha maior dificuldade foi em encontrar algo tão grandioso o quanto os seus fãs diziam ver e ouvir, e no fim isso terminou não rolando mesmo, massss houve uma luz no fim do túnel quando a divinha hipster nos apareceu com “Go”, uma parceria com o produtor Blood Diamonds, inicialmente feita pra ninguém menos que a Rihanna.

Blood Diamonds está caminhando para ser algo grande. O canadense, além da Grimes, trabalhou com nomes como Sky Ferreira, Charli XCX, Ellie Goulding, Tinashe, entre outros, seja diretamente ou remixando músicas já lançadas, e por mais que tenha sido recusado por Rihanna, também deverá aparecer no novo disco da Madonna, o que é algo promissor para um nome até então em ascensão, mas voltemos à Grimes.

“Go” foi o primeiro aperitivo da moça enquanto não lançava seu quarto disco, sucessor do aclamado “Visions”, e enquanto a música agradou a nós, você e outros fãs de canções propriamente pop, fez muitos do seu público de longa data lamentarem, seja temendo a sua “mainstream-nização” ou simplesmente por ser uma canção totalmente eletrônica, e a resposta de Grimes, infelizmente, foi de total compreensão à eles, garantindo que a faixa não possui qualquer relação com seu novo CD. Que morte horrível.



A música, uma das coisas mais legais que ouvimos neste ano, felizmente continua disponível para quem quiser ouvir pela rede mundial de computadores e, chorem hipsters, até conta com um videoclipe, mas além disso, a faixa também teve, há pouco, a sua versão demo revelada e pela própria Grimes. E sabe qual é a surpresa? Notar que ela consegue soar ainda melhor. Como alguém pode realmente pensar em descartar uma canção como essa? Como uma canção como essa pode ser descartada duas vezes seguidas? O mundo, ele é injusto.

Quando formos, queremos ir com essa Grimes. Ouça abaixo a versão demo e incrivelmente boa de “Go”:

Tecnologia do Blogger.