10 músicas para ouvir nos últimos 10 dias do ano (parte 03/10): ‘This Is Not A Drill (feat. Bebe Rexha)’, Pitbull

Há um significado especial para a última música que você escutar no ano, porque ela encerra, de fato, todo o período que você viveu antes dessa audição e, meu Deus, pra quem é tão ligado quanto nós em música, a escolha certa faz uma diferença e tanto. Pensando nisso, decidimos refazer o especial “10 músicas para ouvir nos últimos 10 dias do ano”, seguindo os moldes do mesmo formato apresentado no ano passado e aqui estamos nós com algumas indicações.

De acordo com nossos cálculos, os dez últimos dias de 2014 ainda nos rende 240 horas que, obviamente, são o suficiente para ouvir mais que apenas 10 músicas, mas estamos levando em consideração o fato de você talvez não conhecer alguma de nossas indicações e, quem sabe, goste tanto ao ponto de querer ouvi-la de novo e de novo, daí é bom que sobre algum tempo, não é mesmo? Sem delongas, abaixo está a nossa terceira sugestão.

Pitbull, “This Is Not A Drill (feat. Bebe Rexha)”

Não tem quem discorde que “Dark Horse”, da Katy Perry, não ofereceu nada de relevante para a música pop em seu videoclipe, mas também é de consenso geral o fato de que a canção contribuiu e muito para a oficialização da trap music dentro do gênero. Com isso, nomes que já apostavam neste tipo de música, como o produtor Diplo, só tem a agradecer e nós também, afinal, se não fosse por ela, talvez nunca chegaríamos a ouvir “This Is Not A Drill”, parceria do Pitbull com a Bebe Rexha presente no CD “Globalization”.

A gente sabe que todos estão bem saturados do Mr. Worldwide, tanto que seu último disco nem sequer fez cócegas com seu lançamento, mas “This Is Not A Drill” é uma ‘must listen’ e parte disso é mesmo por conta de Bebe Rexha, uma aposta para 2015 que tem nos deixado cada vez mais ansiosos por seu disco de estreia. Entre outras coisas, a novata tem em seu histórico a composição de “The Monster”, oficialmente lançada pelo Eminem com a Rihanna, além de singles próprios ótimos como “I Can’t Stop Drinking About You” e “I’m Gonna Show You Crazy”.

Se lançada como single, apostamos na canção como um hit certeiro, até por seguir uma fórmula que funcionou com Katy Perry em “Dark Horse” e mais tarde com Iggy Azalea em “Black Widow”. Dando o devido mérito ao Pitbull, “Globalization” também tem outras músicas inusitadamente interessantes, como “Ah Leke” (parceria com o Sean Paul com sample de um funk nacional... Sim, esse mesmo!) e “Wild Wild Love” (colaboração com a girlband GRL). Sério.

Tecnologia do Blogger.