Acesse:
Connection Gaga

28/12/2012

It Pop elege: os 30 melhores álbuns lançados em 2012!

em 28/12/2012
Prosseguindo com nossas listinhas de melhores do ano, chegou a hora de mostrar a vocês uma das listas que mais nos deu trabalho para ser montada: os melhores álbuns do ano! Para formar essa lista, cada um dos oito blogueiros de nossa equipe indicaram 10 álbuns que fizeram suas cabeças em 2012 e dos quase 50 CDs citados, organizamos a parada dando prioridade aos discos lembrados por mais de um ~It Popper~. Deu muito trabalho, fez uma baita confusão na nossa redação, mas no fim formou uma lista pra lá de digna (e com espaço pra todos os gêneros que abordamos aqui no blog, que é como um coração de mãe).

Conheçam abaixo os 30 Melhores Álbuns de 2012, eleitos pelo It Pop, e nos perdoem caso seu ídolo não tenha passado pela lista, esse ano realmente teve MUITA coisa boa e se fôssemos listar tudo o que amamos, chegaríamos a um TOP 200 ou maior! http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

30) Calvin Harris - "18 Months"
Nesse ano os DJs David Guetta e Skrillex reinaram nas rádios e no quesito tendência-prazamigas, mas se teve um nome que realmente hitou, esse foi Calvin Harris. O escocês que salvou o "Talk That Talk" da Rihanna lançou nesse ano o CD "18 Months" e preparou para o disco uma verdadeira seleção de músicas que, se lançadas como singles, escutaremos até enjoar. É farofa? Sim, e da boa!

Pontos altos: "I Need Your Love (feat. Ellie Goulding)", "Drinking From The Bottle (feat. Tinie Tempah)" e "Sweet Nothing (feat. Florence Welch)".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg


29) Scissor Sisters - "Magic Hour"
Entre os diversos retornos que rolaram nesse ano, tivemos a banda Scissor Sisters que voltou com o álbum "Magic Hour". Não sei se vocês lembram, mas chegamos a resenhar este CD aqui no blog e em nosso artigo adiantamos que a banda era figurinha garantida na nossa lista de melhores do ano. "Magic Hour" é um álbum mágico, em todos os sentidos, e apresenta o melhor do que nossas irmãs tesouras já fizeram em toda sua carreira, indo do pop dançante à baladinhas ~ousadas~.

Pontos altos: "Only The Horses", "Let's Have A Kiki" e "Keep Your Shoes On".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg


28) Leona Lewis - "Glassheart"
Não há mais dúvidas sobre a britânica Leona Lewis possuir uma carreira estável e a grande prova disso é o fato de poucos se lembrarem que ela foi revelada por um famoso reality — que busca o fator X nos artistas. Em seu novo CD, "Glassheart", Lewis nos apresenta suas tradicionais baladinhas, onde fica numa zona de conforto, mas mostra que está antenada nas tendências do mercado, se rendendo também ao dubstep. Com a gente funcionou muito bem!

Pontos altos: "Glassheart", "Come Alive" e "Trouble".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg



27) Alicia Keys - "Girl On Fire"
O ano foi repleto de álbuns maravilhosos do gênero soul/r&b, com Emeli Sandé em destaque, mas a senhora Chaves retorna ao mercado depois da gravidez com um poder esmagador, e ao mesmo tempo uma Alicia nova, frágil, mãe, que garante uma humanidade essencial ao álbum. A garota em chamas mostrou que sabe fazer um álbum belíssimo e ao mesmo tempo comercial. Ponto pra ela.

Pontos altos: “Girl On Fire”, “Brand New Me” e “Limitedless”.
 http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

26) Banda Uó - "Motel"
Teve algum lançamento mais ousado e comentado que o "Motel" da Banda Uó? Após suas versões para hits de Willow Smith, Katy Perry e até dos indies Strokes e Two Door Cinema Club, o trio nacional se viu com o desafio de trabalhar em canções totalmente autorais e mandaram muito bem em seu disco de estreia, que conta com produções do americano Diplo e do Bonde do Rolê. Não se limitando apenas ao eletrobrega, "Motel" é composto por faixas que vão do dance ao forró, contando ainda com toda a ousadia da banda em suas letras.

Pontos altos: "Malandro", "Gringo" e "Cowboy".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

25) Spector - "Enjoy It While It Lasts"
Mesmo ainda sem possuir um público gigante, a banda Spector é uma das melhores revelações do cenário indie nesse ano. Em seu álbum de estreia, qual fizemos uma review-introdutória aqui no blog, os londrinos aproveitam um pouco de tudo que os influenciaram, mas ainda assim sem ousar de forma que sejam pressionados a lançar um incrível segundo CD — bandas como Strokes e One Direction são nomes que sofreram isso e falharam.

Pontos altos: "Chevy Thunder", "Twenty Nothing" e "Celestine".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

24) Emeli Sandé - "Our Version of Events"
Depois de nomes como Amy Winehouse e Adele alcançarem fãs pelos quatro cantos do mundo, essa nova geração de fãs de música pop descobriu todo o talento que vem da Terra da Rainha e assim deu mais atenção para uma extensa lista de artistas e, entre muitos nomes, nos deparamos com Emeli Sandé e seu disco de estreia, "Our Version of Events". O álbum, mais sólido do que se espera de um primeiro CD, apresenta toda a potência vocal da artista e passeia pelas variadas vertentes do R&B, mantendo-a numa certa zona de conforto, mas fazendo isso de uma forma que não nos faça dormir após a terceira faixa.

Pontos altos: "My Kind of Love", "Hope" e "Heaven".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

23) Mumford & Sons - "Babel"
Se não te ganhar pelo muito bem arranjado banjo, "Babel" é um CD que te conquista pelas letras. Passando pelo desafio de impressionar em um segundo disco, qual comentamos agora pouco, os caipiras-indies da Mumford & Sons não apresentam grandes mudanças em sua sonoridade, mas investem pesado no lado emotivo da banda, criando uma verdadeira obra prima. Ao contrário do Babel bíblico, o disco consegue alcançar um patamar incrívelmente alto e sem qualquer risco de desabar.

Pontos altos: "I Will Wait", "Lover's Eyes" e "Ghosts That We Knew".
http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

22) Imagine Dragons - "Night Visions"
Ainda por nomes alternês, uma banda que merece espaço no coração de todos vocês é a Imagine Dragons. O disco de estreia da banda, "Night Visions", é impecável do início ao fim e agrada desde os fãs do folk aos amantes do dubstep, porém, pode decepcionar aqueles que escutarem o álbum em busca de outras "It's Time" — grande hit da Imagine, foi trilha-sonora de "As Vantagens De Ser Invisível" e ganhou cover em "Glee". É um material bem diversificado e, ainda assim, bastante sólido.

Pontos altos: "Radioactive", "On The Top Of The World" e "Bleeding Out".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

21) Regina Spektor - "What We Saw From The Cheap Seats"
Explorando mais do mesmo do que já havia feito anteriormente em sua carreira, Regina Spektor consegue fazer do seu sexto álbum o seu "best of...". O CD "What We Saw From The Cheap Seats" fica entre a Spektor madura, do começo de sua carreira, àquela das rimas mastigadas de seus últimos dois discos, porém, buscando ainda um equilíbrio que encontramos ao analisar o álbum por completo. É bonitinho, amável e divertido na medida certa!

Pontos altos: "All The Rowboats", "Firewood" e "Ballad of a Politician".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

20) Muse - "The 2nd Law"
A banda Muse estava um tanto entediada com todas as modinhas do pop dominando as rádios e se viram no dever de atacá-las com seu rock alternativo, porém, aparecer apenas com as tradicionais guitarras e baterias não surtiriam o efeito necessário, por isso contaram com o auxílo do dubstep (qual os próprios, com uma dose extra de orgulho, deixaram claro que foi produzido com instrumentos reais). "The 2nd Law" é um apanhado de todas as influências que o trio adquiriu desde o início da carreira, incluindo nomes mais novos como do DJ Skrillex.

Pontos altos: "Madness", "Supremacy" e "Panic Station".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

19) Madonna - "MDNA"
Podem dizer que Madonna é velha, já está fazendo hora extra nas rádios e que merece deixar seu trono para uma outra loira do pop, mas uma coisa é certa: a mulher sabe se reinventar. Mantendo diversas características que foram bases de sua carreira, como crítica a sociedade atual e amor pela música, "MDNA" é um álbum redondinho para às rádios e mostra que a artista, mesmo beirando seu prazo de validade, ainda tá antenada nas novidades do gênero que reina.

Pontos altos: "Gang Bang", "Turn Up The Radio" e "I Don't Give A (feat. Nicki Minaj)".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

18) Frank Ocean - "Channel Orange"
Mesmo sendo um artista do R&B, Frank Ocean tem bem mais a apresentar do que vocês imaginam. Em seu primeiro álbum, "Channel Orange", o cantor mostra o quanto sua música foge dos tradicionais instrumentais do gênero qual aborda e em suas letras acrescenta mais um monte de adjetivos positivos sobre seu trabalho em nossas mentes. Outra das boas coisas que o ano do fim-do-mundo nos proporcionou.

Pontos altos: "Pyramid", "White (feat. John Mayer)" e "Forrest Gump".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

17) Maroon 5 - "Overexposed"
Após o smash-hit "Moves Like Jagger (feat. Christina Aguilera)", se criou uma grande expectativa ao novo CD do Maroon 5 e eles cumpriram com todas elas no "Overexposed". No mesmo time do "MDNA", o novo disco da banda do Adam Levine é uma produção feita para as rádios, com várias músicas que executariam uma boa tarefa como single e refrões que entram em nossas cabeças para ficar.

Pontos altos: "Lucky Strike", "The Man Who Never Lied" e "Tickets".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

16) Little Mix - "DNA"
A primeira girlband a vencer um X-Factor, Little Mix, não levou muito tempo pra garantir um lugar entre as maiores surpresas (positivas, claro) desse ano. O álbum de estreia da banda é o heterogêneo "DNA" e nele temos desde a fanfarra ao dubstep, passando ainda por faixas bem animadas e outras baladinhas, parte em que as moças ainda precisam melhorar. Na falta de inéditas das Spice Girls ou Girls Aloud, Little Mix é uma boa pedida!

Pontos altos: "DNA", "Change Your Life" e "Madhouse".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

15) Bruno Mars - "Unorthodox Jukebox"
O cantor Bruno Mars impressionou não só o público como também os críticos com o CD "Doo-Woops and Hooligans", seu álbum de estreia, mas ele tinha mais a dizer e foi assim que deu vida ao "Unorthodox Jukebox". Em seu segundo disco, Mars mostra um pouco mais de suas influências no pop de algumas décadas atrás e reforça, inclusive, sua admiração pelos reis (no "Doo-Woops" o Elvis Presley, no "Unorthodox" o Michael).

Pontos altos: "Locked Out of Heaven", "Young Girls" e "Treasure".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

14) The Killers - "Battle Born"
Brandon Flowers e sua trupe do The Killers retornaram esse ano com o álbum "Battle Born" e compensaram toda nossa espera pelo novo disco, trazendo um material de primeira. No disco a banda reafirma algumas das teorias já anunciadas em seus outros trabalhos e trazem como inspiração a vontade de lutar, por que eles nasceram para isso. Uma confissão: não resenhamos o CD porque não encontramos palavras pra dizer o quão bom ele era/é.

Pontos altos: "Battle Born", "Miss Atomic Bomb" e "Flesh and Bone".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

13) Adam Lambert - "Trespassing"
Como já dissemos várias vezes aqui no blog, o pop costuma injustiçar suas vozes masculinas, até porque essas estão em corpos que não ficam muito bem em roupas apertadíssimas ou decotes ousados, o que contribuiu para vender a música do outro sexo, mas ainda assim temos ótimos nomes neste lado da força e um deles é Adam Lambert. Se em seu primeiro CD o cantor estava disposto a apenas de entreter, em "Trespassing" ele quer mostrar a que veio e conclui a missão com sucesso.

Pontos altos: "Tresspassing", "Never Close Our Eyes" e "Cuckoo".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

12) Rita Ora - "Ora"
A cantora Rita Ora é mais uma das estreantes desse ano, mas a moça vem muito bem orientada pelo rapper, empresário, produtor e marido da Beyoncé, Jay-Z. Deixando de lado qualquer comparação com aquela outra cantora lançada para o grande público pelo Jay, "Ora" é um álbum que explora muito bem tudo o que Rita aprendeu nos quase três anos que esteve fazendo a lição de casa nos estúdios da Roc Nation. O disco é mais uma produção redondinha para as rádios e vai desde as influências de Rita no hip-hop ao pop dançante.

Pontos altos: "Facemelt", "R.I.P." e "Fall In Love (feat. Will.I.Am)".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

11) Rihanna - "Unapologetic"
Falando em Rita, olha a Rihanna aí! O sétimo disco da cantora se chama "Unapologetic" e neste a cantora tenta mesclar tudo o que adquiriu durante sua carreira, passeando entre as faixas dançantes e o R&B, revisitando também o hip-hop e o reggae. De início, o álbum pode soar um tanto confuso por toda a mistureba que apresenta, mas logo se entende que temos aqui a Rihanna em formato de áudio e essa nós sabemos que não agrada todos de primeira.

Pontos altos: "Lost In Paradise", "Stay (feat. Mikki Ekko)" e "Nobody's Business (feat. Chris Brown)".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

10) Conor Maynard - "Contrast"
Qualquer frase que inclua Justin Bieber e Conor Maynard numa forma de comparação estará extremamente equivocada. O cantor britânico se lançou esse ano com o álbum "Contrast" e provou que era bem mais que um rostinho de Michel Teló, com um pop orgânico e cheio de características que nos remetem ao falecido Justin Timberlake. Em "Contrast", Maynard mostra que está pronto para ganhar não só nosso respeito como também um espaço no iPod, com um pop mais adulto do que a idade em seu RG sugere.

Pontos altos: "Headphones", "Turn Around (feat. Ne-Yo)" e "Vegas Girl".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

09) FUN. - "Some Nights"
Por um descuido nosso com datas, foi por pouco que a banda FUN. não acabou fora da nossa listinha de melhores do ano. Por mais que seja seu material mais bem sucedido, "Some Nights" é o segundo álbum do trio indie e, acreditem, é tão bom quanto seu material de estreia. No disco a banda apresenta uma espécie de fanfarra alternativa, entoando canções emotivas e refrões marcantes, o que garante que eles nunca passem despercebidos.

Pontos altos: "Some Nights", "We Are Young (feat. Janelle Monáe)" e "All Alone".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

08) Taylor Swift - "Red"
Se em 2011 Adele foi a favorita da indústria, em 2012 quem conquistou esse título foi Taylor Swift. A cantora country estabilizou sua carreira de uma forma impressionante, principalmente se prestarmos atenção na faixa etária do seu público, e no CD "Red" prova que merece todos os números que conquistou, mostrando ser uma artista sempre em busca de um pouco mais e provando que evoluiu com o tempo — mesmo ainda mandando indiretas para os ex-namorados.

Pontos altos: "22", "I Knew You Were A Trouble" e "Stay Stay Stay".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

07) No Doubt - "Push and Shove"
Não disse que esse ano realmente teve muita coisa boa? No Doubt voltou, gente! A banda, que é um dos maiores exemplos com uma voz feminina nos vocais, já estava fazendo uma falta daquelas nas prateleiras e fizeram seu retorno com "Push and Shove", álbum que prova que o tempo não foi problema para Gwen Stefani e sua trupe. O disco revisita toda a sonoridade que a banda já apresentava anteriormente e garante, sem se converter para as tendências radiofônicas, um público novo em folha para eles.

Pontos altos: "Push and Shove", "Looking Hot" e "Undone".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

06) Marina & The Diamonds - "Electra Heart"
Marina tinha tudo pra hitar em 2010, quando foi aposta da BBC e teve destaque na internet ao lado de nomes como Hurts e Ellie Goulding, mas ainda não era a hora da moça brilhar e com seu debut "The Family Jewels", o que ela conseguiu foi ser a queridinha da galera indie. Mas, como uma cantora pop que se preze, ela continuou visando um grande público e foi no CD "Electra Heart", segundo de sua carreira, que ela ousou um pouco mais. Em seu novo álbum, que tem a mão de produtores como Dr. Luke e Cirkut, Marina tá dance, tá radiofônica e vem até com dubstep, mas não deixou de trazer contigo toda a ironia que esteve com ela em seu álbum de estreia, nos encantando com o trágico conto de fadas de sua Primadonna interior.

Pontos altos: "Primadonna", "Lies" e "Bubblegum Bitch".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

05) Lana Del Rey - "Born To Die"
Enquanto 2011 foi o ano da melancolia de Adele, 2012 o trono foi de Lana Del Rey. A cantora desconstruiu o óbvio com sua pegada hipster, vintage, retro, hollywoodiana e cheia de referências, criando um álbum nada menos que obra-prima, uma epopeia labiríntica sobre o amor, a traição, o desejo e principalmente a morte.


Pontos altos: "Video Games", "Blue Jeans" e "National Anthem".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

04) P!nk - "The Truth About Love"
"The Truth About Love" da cantora P!nk é, sem dúvida um marco na carreira da cantora, depois de uma compilação de grandes hits, a artista mostra que ainda tem muito fôlego para muitos sucessos. O álbum é bem redondo e tudo funciona muito bem, as faixas não fogem muito da temática já conhecida da carreira de P!nk: decepções amorosas e autoafirmação, por navegar em terreno conhecido, a artista atinge maturidade musical e consegue montar um grande álbum que vale a pena ouvir e colocar no repeat!

Pontos altos: "The Truth About Love", "Here Comes The Weekend (feat. Eminem)" e "True Love (feat. Lily Allen)".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

03) Christina Aguilera - "Lotus"
“Lotus” investe no electropop e aposta até em uma farofinha (oi, “Let there be love”), mas a força e excelência do álbum residem em suas poderosas baladas: “Sing for me”, “Blank Page” e “Best of me” evidenciam toda a capacidade vocal e artística da melhor voz da música pop atual (tchau, Adeles). A cantora também aparece na defensiva, fazendo questão de responder as críticas e atacar os haters. Infelizmente, nada disso parece ser suficiente para colocar Xtina de volta ao topo das paradas musicais. Na indústria, carisma e divulgação podem ser mais importantes do que um trabalho consistente.

Pontos altos: "Just A Fool (feat. Blake Shelton)", "Let There Be Love" e "Army Of Me".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

02) Ke$ha - "Warrior"
O grande desafio da então novata Ke$ha com seu "Warrior" era se firmar de vez como um dos fortes nomes da atualidade. A cantora prometia uma sonoridade diferente do seu primeiro álbum e isso foi percebido em canções como "Only Wanna Dance With You" e "Wherever You Are". Porém, o pop eletrônico tesístico que fez Ke$ha aparecer para o mundo se mostrou predominante, e nós agradecemos muito. Apesar da aparente baixa vendagem do álbum, "Warrior" resgata o bom e contemporâneo pop num trabalho impecável mostrando ao público que a loirinha auto-tunada deixou de ser promessa há muito tempo.

Pontos altos: "Warrior", "Wherever You Are" e "Only Wanna Dance With You".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

01) Ellie Goulding - "Halcyon"
"Halcyon", segundo disco da cantora Ellie Goulding, é sem dúvidas a melhor produção que escutamos nesse ano. Sendo quase que uma extensão monocromática e mais melancólica para o debut da cantora, o álbum deverá assustar aqueles que a conheceram com o sleeper-hit "Lights", mas agradará qualquer outro que já tenha escutado seu primeiro CD ou tenha conhecido-a justamente com este lançamento. É dramático, melancólico, obsessivo e muito amor!

Pontos altos: "Joy", "Only You" e "I Need Your Love (feat. Calvin Harris)".http://2.bp.blogspot.com/-r5NhmWqIF38/T8mSOV0Jg9I/AAAAAAAAOAw/9awBgFzd-Fs/s1600/portalitpopdotcom.jpg

MENÇÕES HONROSAS:
B.O.B. - "Strange Clouds"
Bridgit Mendler - "Hello My Name Is..."
Bonde do Rolê - "TropicalBacanal"
Carly Rae Jepsen - "Kiss"
Cheryl Cole - "A Million Lights"
Die Antwoord - "Ten$ion"
Elle Varner - "Perfectly Imperfect"
Estelle - "All of Me"
Example - "The Evolution of Man"
Gaby Amarantos - "Treme"
Greg Laswell - "Landline"
Hot Chip - "In Our Heads"
Ingrid Michaelson - "Human Again"
Jedward - "Young Love"
Justin Bieber - "Believe"
Madrid - "Madrid"
MNDR - "Feed Me Diamonds"
Nelly Furtado - "The Spirit Indestructible"
Neon Trees - "Picture Show"
Nicki Minaj - "Pink Friday: Roman Reloaded"
Noisettes - "Contact"
Of Monsters and Men - "My Head Is An Animal"
Passion Pit - "Gossamer"
Pitbull - "Global Warming"
Robbie Williams - "Take The Crown"
Santigold - "Master of My Make-Believe"
Tereza - "Vem Ser Artista Aqui Fora"
Two Door Cinema Club - "Beacon"

É isso aí, que venha 2013! O/